in

Sócio de Luciano Huck, dono do Madero apoia Bolsonaro e manifestação

Foto: reprodução
- Anúncio -

O empresário Junior Durski, dono do Madero, declarou em vídeo seu apoio ao presidente Jair Bolsonaro.

Sócio do apresentador Luciano Hulk, o dono do Madero, fez um vídeo para expressar que é favorável a manifestação marcada para o dia 15 de março. Junior Durski publicou o vídeo na página do Movimento República de Curitiba.

Em um trecho do vídeo, Durski disse; ‘’Muita coragem de enfrentar o que tem ai, sabemos que o congresso é muito tendencioso, que eles buscam apenas o que é de interesse pessoal’’. Ele afirmou sentir-se orgulhoso em apoiar Bolsonaro nessa campanha de protesto.

- Anúncio -

A posição do sócio de Huck, foi após o General Augusto Heleno, ter feito críticas ao Congresso Nacional falando em “chantagem”, se referindo ao veto do orçamento, com essa mensagem;

 “Chegou a hora, gente. Chegou a hora de mostrarmos o amor que temos pela nossa pátria. O respeito que temos pelo nosso presidente Bolsonaro e a vergonha que nós temos desse Supremo e desses nossos políticos lá em cima. Temos que tirar essa raça. Fui por quatro anos deputado e não têm jeito, quando eles falam não é não. E assim eles mandam no país. No dia 15 de março, vamos para as ruas (…) Temos que salvar o nosso país dessa raça que não merece estar onde estão. Dia 15 de março vamos juntos”.

- Anúncio -

O posicionamento de Luciano Huck, sócio de Junior Durski.no grupo Madero que, comentou em seu perfil na rede social;

“Amigos concordam e discordam. O respeito por visões, ideais e crenças diferentes faz parte da amizade. O mundo é bacana porque é plural. Sem tolerância e diálogo, não rola democracia. O nosso desafio maior é encontrar o que nos une apesar das divergências da vida”, disse Huck.

Fonte: BHAZ


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Mastercard fecha escritório em São Paulo por coronavírus

‘Não quero humanidade da Backer. Quero justiça’, diz vítima da cervejaria que recebe