Para aquecer o coração: Após um aborto e 60 dias de UTI, esse garotinho pôde segurar seu irmão pela primeira vez. Muito amor!

- Anúncio -

É comum quando pai e mãe têm apenas um filho, à criança começar a desejar ter um irmãozinho. A ideia é ter alguém para brincar fazer companhia e chamar de ‘seu”, o novo irmão. Esse conceito faz com que os pais também considerem um antigo ditado que diz; “quem tem um não tem nenhum”.

Um casal dos Estados Unidos decidiu atender ao pedido do seu filho único Mike, ele vendo outras crianças tendo irmãos também desejava e assim pediu os pais.

Desde os 3 anos de idade o menino Mike pedia aos pais, Jessica e Michael Marotta, um irmão dentro da sua linguagem inocente infantil, no entanto os pais estavam analisando esperando o momento certo, pois eles não acreditavam estar ser ainda em condições de ter mais um filho para cuidar. Passado algum tempo eles decidiram atender ao pedido do menino, o filho Mike, porque acharam que estava no momento certo.

- Anúncio -

A partir daí fizeram muitas tentativas, porém todas foram frustradas, a grande notícia só chegou em 2016, quando eles decidiram procurar um médico especialista em fertilidade, pois todas as tentativas até então não tinham sido bem-sucedidas poderiam estar enfraquecendo a Jéssica, mãe de Mike. Diante disso, ela que já havia passado por um procedimento cirúrgico para remoção de um mioma do útero.

Mesas depois de terem procurado o médico especialista em fertilidade, receberam a informação de que teriam um novo bebê. Finalmente Jéssica estava grávida.

Os pais de Mike esperaram o momento certo para dar notícia ao filho, que já estava com 5 anos. No dia do aniversário eles aproveitaram e deram a notícia como um grande presente.

A expectativa foi muito grande, o menino ficou muito feliz com a chance de ter um irmão ou uma irmã para brincar, porém as notícias não foram das melhores e com apenas 11 semanas de gestação, Jéssica sofreu um aborto espontâneo.

- Anúncio -

Extremamente abalados, a família resolveu mudar para uma nova casa, que eles compraram como planejado para receber o segundo filho.

O casal desistiu de ter outro filho e conversou com Mike sobre a decisão, não passou muito tempo para grande surpresa, um milagre aconteceu, Jéssica estava grávida de novo e dessa vez, eles não sabiam e não esperavam um novo bebê.

“Eu estava grávida de 23 semanas, mas nosso bebê estava medindo cerca de 5 semanas atrás em tamanho. Legalmente, o médico teve que nos dar a opção de interromper a gravidez. Meu marido estava em choque e apenas dizia: ‘Não entendo o que está acontecendo'”, disse a mãe.

- Anúncio -

Ela teve que fazer uma cesárea de emergência para que um bebê não corresse mais riscos, estava com 25 semanas e imediatamente foi levado para UTI.

Mike decidido a ficar com irmão embora sem poder tocá-lo no início, não saiu de perto, olhava Jake pelo vidro até o dia em que pôde pegá-lo no colo e não o deixou até o dia em que o bebê recebeu alta.

“A primeira vez que Mikey o viu, ele sorriu e disse: ele tem cabelos ruivos como eu!”, contou Jéssica.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Luke Perry, ator de “Barrados no Baile” e “Riverdale”, morre aos 52 anos

Caixas de isopor de ambulante quebram em desfile de Ivete e cantora para trio para ajudar: ‘Não chore que vou comprar’