Menina de 10 anos tira a própria vida após sofrer bullying na escola

Urgente: É preciso que escolas e famílias unam forças para combater o bullying.

Uma menina de 10 anos de idade ficou tão abalada pelas investidas dos colegas da escola Hazard Elementary School em Santa Ana nos Estados Unidos, onde estudava que tirou a própria vida. A criança foi encontrara morta pela irmã, um terrível choque para toda a família.

Allison, uma menina que a família pensava estar feliz, sofreu abalos psicológicos com ao ataques de bullying. O trauma a levou a cometer suicídio no último domingo (13/10).

O canal norte-americano ABC 7, conversou com Jacob Ortiz, que era colega da menina. “Ela era muito engraçada, era sempre lega com todo mundo. Ela abraçava as pessoas, era carinhosa”.

A escola se pronunciou por meio de nota de pesar, dizendo; “Nós estamos muito tristes pela trágica morte de um de nossos alunos”. Disseram também que estão colaborando com a polícia nas investigações, para que tudo seja esclarecido. “A polícia está investigando este caso e nós não temos evidências que suportem este rumor. Nossa escola tem um programa que estimula os alunos a lidarem um com o outro de maneira positiva”.

Esse é num grande problema no ambiente escolar, porém não é o único. É preciso com urgência que pais e escola atuem promovendo informação, desestimulando bullying que tanto tem feito vítimas em todo o mundo.

Esse é um desafio que precisa ser visto com seriedade, pois muitas vítimas não estão suportando lidar com a dor física e emocional, mas não se pode deixar de prestar atenção no cyber bullying, esse é também praticado fora dos muros da escola e igualmente muito prejudicial, pois a criança ou o jovem estão conectados a rede mundial de computadores, muitos deixam de usar a internet e cancelam o perfil nas redes sociais, constrangidos com os ataques.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Written by Silvia M2ads

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

“O médico derrubou meu bebê menino e disse: ‘você pode ter outro’”

Mulher de Ron Ely, ator de Tarzan, é esfaqueada e morta pelo próprio filho