in

Absurdo: vídeo mostra médico agredindo mulher grávida durante trabalho de parto

Foto: reprodução
- Anúncio -

Um vídeo chocante em que uma mulher está prestes a dar a luz no hospital, revoltou internautas ao ver as agressões sofridas pela gestante pelo médico obstetra, que deveria estar cuidando da paciente. 

As cenas absurdas foram gravadas na Maternidade Balbina Mestrinho, em Manaus, no Amazonas, em um momento de dor, sem contar que a grávida estava completamente nua, enquanto o vídeo estava sendo feito, mas foi só assim, que todos puderam ver as agressões sofridas.

No vídeo é possível ver o médico, Armando Andrade Araújo (que faleceu no dia 29 de julho de 2020, segundo o Conselho Regional de Medicina do Estado do Amazonas, por insuficiência respiratória), o momento em que o médico bate na região da virilha da paciente, usando as duas mãos.

- Anúncio -

No momento a seguir, logo após o médico ter agredido a mulher na virilha, ele ainda colocou a mão em cima das partes íntimas da paciente, de maneira que as irregularidades, conforme imagens do vídeo, provam as irregularidades.

O médico foi denunciado e a polícia apurou que no ano de 2015, ele foi preso na  “Operação Jaleco” da Polícia Civil, sendo detido na época, junto com outros profissionais da área de saúde.

O motivo da prisão, foi após investigação sobre um esquema criado para fazer cobrança ilegal de cirurgias nas unidades da rede públcas de saúde no estado do Amazonas.

- Anúncio -

Nesse esquema de cirurgias, o grupo arrecadou altos valores, cobrando por cirurgia, entre 1 mil e 2,8 Mil Reais. A cobrança era para fazer cesárea, mas além disso, houve denúncia de abuso sexual de pacientes enauanto estavam na sala de repouso.

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam), se pronunciou por meio de nota de esclarecimento.

“A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) informa que o fato divulgado no vídeo que circula nas redes sociais e na imprensa é de 2018, ocorreu há nove meses na maternidade Balbina Mestrinho e que tomou conhecimento hoje por meio das redes sociais. Não há qualquer registro na maternidade ou na Ouvidoria à época de denúncia.

A Susam não está de acordo com o tipo de conduta praticada pelo médico. Por este motivo,  o vice-governador e secretário de estado de Saúde, Carlos Almeida, irá solicitar à direção do Instituto de Ginecologia e Obstetrícia do Amazonas (Igoam), empresa ao qual o profissional é cooperado, o seu afastamento. E também reiterar pedido de providências ao Conselho Regional de Medicina (CRM). Já tramita na secretaria um processo administrativo para apurar outra denúncia de negligência contra o médico”.

- Anúncio -

Créditos: https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/absurdo-video-mostra-medico-agredindo-mulher-gravida-durante-trabalho-de-parto/


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Luto no Futebol: Diego Maradona morre aos 60 anos

Mãe tirou foto da filha pouco antes de ela morrer após tocar em decoração de Natal: ‘Passeio em família se tornou uma tragédia’