in ,

Uma irmã é mais que uma amiga, é a metade do nosso coração para compartilhar amor

- Anúncio -

Ter uma irmã para conversar, compartilhar momentos alegres e difíceis, contar os segredos e também participar da vida dela, essa irmã vai além dos laços de família, ela é mais que uma amiga, é como se fosse metade do nosso coração.

Exagero!? Não, para quem tem bom relacionamento com a irmã e sabe o quanto ela deseja que tudo dê certo, sem dúvida, ela é mais do que uma irmã, alguém em que se possa confiar seus segredos e que conhece, desde cedo, nossa história de vida, os “sufocos” familiares, pelos quais passaram juntas, é uma amizade que vale a pena se dedicar e fazer todo o possível para uma ter na outra, a vontade de continuar sendo grandes amigas.

Se tiveram brigas, desentendimentos, às vezes até por coisas banais, logo é superado, pois o amor fala mais alto. O importante é entender que esses desentendimentos acontecem, mas não pode  permitir que a mágoa ou o ressentimento apague, ou afaste as irmãs.

- Anúncio -

Quando isso acontece, é hora de esperar um pouco a poeira baixar, diminuir os ânimos, para pensar com clareza e, voltar a se aproximar.

- Anúncio -

Se precisar pedir desculpas, peça, e se tiver que desculpar, perdoe abrace e volte a sorrir, entendo que o fato de um desagrado não significa que tenham que deixar de serem amigas, afinal, nunca se pode deixar de ser irmã, nem mesmo se afastando, esse laço é real e verdadeiro, independente do que aconteça.

O vínculo entre irmãs tem força para uma reconquista, caso precise, esse mesmo vínculo, é aquele que está pronto para participar de aventuras, dividir angústias e se posicionar em defesa uma da outra, agindo parecido com as atitudes da mãe, quando a irmã precisa de proteção.

Irmãs são pessoas unidas pelo amor familiar, mas são pessoas com diferentes personalidades, por isso, é importante que cada uma respeite a personalidade da outra, pois nem irmãos gêmeos idênticos, nem assim são iguais na personalidade.

Então, as diferenças podem e são interessantes, e essas diferenças sãos construtivas, empolgantes, motivadores e que faz da nossa irmã, mais que uma amiga.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Bolo de maçã muito fofinho, delicioso e fácil de fazer

Mãe que narra jogos para o filho cego, foi nomeada pela FIFA como “Melhor fã de futebol”