Síndrome de sabe-tudo: pessoas dominadas pelo ego que não conseguem evoluir

- Anúncio -

Pessoas que têm o hábito de demonstrar que estão sempre certas e são donas da razão, no fundo escondem inseguranças e medos

O conhecimento é um chave que abre muitas portas e que é capaz de transformar a vida de uma pessoa. Entretanto algumas pessoas que tiveram mais oportunidade e habilidades e se tornaram culturalmente e cognitivamente mais instruídas, podem incorrer na “síndrome do sabe tudo”.

Quando a pessoa começa a se comportar desta forma, ao invés de atitudes altruístas com relação aos outros, ela se sente superior e usa seus conhecimentos e habilidades para tentar se sobressair, subjugar e até humilhar aqueles que ela julga serem inferiores por ter menor conhecimento.

- Anúncio -

Psicólogos da Universidade de Michigan, realizaram uma pesquisa para entender o comportamento das pessoas assim. Eles queriam descobrir se essa pessoas realmente eram mais inteligentes e habilidosas do que as outras, e se esse comportamento era uma forma que o cérebro deles desenvolvia para aprimorar ainda mais seus conhecimentos.

Mas para surpresa dos pesquisadores, em muitos casos, os “sabe tudo”, não têm a inteligência e nem o conhecimento que imaginam e em alguns casos são até pessoas bem limitadas intelectualmente, que não percebem a própria ignorância.

Para realizar a pesquisa, eles aplicaram questionários com diversas questões incluindo política, mas colocaram algumas “pegadinhas”, usando termos que não existem. As pessoas com maior grau de instrução e comportamento mais egocêntrico, foram as que mais assinalaram as palavras, insistindo que as conheciam.

Já os mais modestos com menos instrução, forma mais honestos em admitir que não conheciam os termos.

Outra fase do estudo, eles tiveram que ler dois textos diferentes, com um tema polêmico, um dos textos tinha ia de acordo com sua opinião e o outro totalmente contra.

- Anúncio -

Para surpresa dos pesquisadores, os considerados “sabichões”, não deram importância ao texto que apresentava ideias diferentes das suas, não demonstrando qualquer interesse em observar um ou refletir sobre um outro aspecto do assunto.

Eles concluíram que essas pessoas acabam se isolando apenas dentro de sua ótica da vida, e que isso reflete inseguranças e medos, e como forma de auto-defesa, eles tendem a agir energicamente a tudo que contrarie suas teorias.

- Anúncio -

Ele dificilmente irá mudar esse padrão de comportamento, pois como acredita saber de tudo, não se percebe errado. Ele geralmente tem problemas em relacionamentos com outras pessoas e muitos deles acabam por ficar sozinhos.

Mas esse padrão tóxico de comportamento pode ser mudado e até encerrado, caso eles consigam perceber por algum motivo que isso é prejudicial a si mesmos e aos que os rodeiam.

 

 


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Psicólogos alertam os pais para não deixar seus filhos vêem Peppa Pig… Saiba de todas as consequências.

VÍDEO MOSTRA DAY MCCARTHY SENDO ESPANCADA EM SHOW DE ANITTA: ‘TÁ DOENDO, PARA’