Padre Quevedo morre aos 88 anos

O padre ficou famoso nos anos 2000 pelo bordão “isso non ecxiste!” ao questionar fenômenos paranormais em um quadro no Fantástico

Padre Quevedo, que também era parapsicólogo e ficou famoso nos anos 2000, quando avaliava fenômenos paranormais em um quadro no programa ‘Fantástico’, da Rede Globo, e usava o bordão ‘Isso non ecziste’, morreu na madrugada desta quarta-feira (9), em Belo Horizonte.


Oscar González Quevedo Bruzan, o Padre Quevedo, de 88 anos, faleceu Casa Irmão Luciano Brandão, onde morava desde 2012, de complicações cardíacas.

A assessoria de imprensa da Casa Jesuíta não divulgou o local do velório do religioso alegando que a cerimônia será restrita a amigos e parentes. O enterro está marcado para esta quinta-feira (10), às 11h, no Cemitério Bosque da Esperança, no Bairro Jaqueline, Norte de Belo Horizonte.

Padre Quevedo nasceu em Madri na Espanha, mas era naturalizado brasileiro, e foi considerado por especialistas um dos maiores parapsicólogos do mundo, com livros consagrados, que foram lançados em várias línguas como “O que é parapsicologia”, “A Face Oculta da Mente” e “As Forças Físicas da Mente”.

Na década de 70 ele também ganhou notoriedade ao desmascarar o ilusionista Uri Geller, que dizia entornar talheres com seus poderes paranormais.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇