Padrasto pisou na cabeça de enteado que morreu afogado na lama para não pedir ajuda

A polícia investiga a morte do menino Danilo Sousa Silva, de 7 anos, que foi encontrado em Goiânia. A criança se afogou na lama e o principal suspeito é o padrasto, Reginaldo Lima.

Para a polícia, o padrasto teria pisado na cabeça do menino, até que ele não conseguisse mais ter condições de pedir socorro, enquanto sofria agressões.

Advertisements

As investigações sobre o crime, também apontou a participação de um servente de pedreiro, ambos os suspeitos foram presos, na última sexta-feira (31/7).

Segundo disse o delegado, o suspeito teria pisado várias vezes na cabeça da criança para forçá-lo a permanecer no chão, a intenção era a de evitar que o menino gritasse pedindo ajuda.

O outro suspeito de ter ajudado o padrasto no crime contra o menino Daniel, pois Reginaldo não teria agido sozinho, foi um jovem de 18 anos, filho adotivo de um pastor,  Hian Alves de Oliveira, morador da mesma rua.

Segundo o delegado, o jovem teria segurado o menino de 7 anos pelos braços, enquanto o padrasto o agredia, em troca pela participação, Hian receberia uma moto e um carro.

O G1 ouviu o padrasto e ele negou o crime, dizendo ser inocente das acusações.

Familiares disseram para a polícia que o menino desapareceu em 21 de julho, quando saiu de casa para visitar a avó que mora na mesma rua. 

O corpo do menino foi localizado a cerca de 100 metros da residência em que morava. Resultados da perícia mostraram que Daniel foi asfixiado na lama. A causa da morte foi por afogamento, só que na lama.

Segundo o delegado, o padrasto não gosta de crianças e estava insatisfeito por morar com crianças na casa.

O homem teria arrastado o menino de casa o levando para a mata, onde bateu na cabeça da criança com um pau e depois pisou na cabeça.

O servente que também é suspeito de participação, contou que ajudou o padrasto do menino levar a criança até a beira da mata, mas que depois foi embora deixando o homem sozinho com o enteado.

Créditos: https://br.blastingnews.com/brasil/2020/07/padrasto-pisou-na-cabeca-de-enteado-que-morreu-afogado-na-lama-para-ele-nao-pedir-ajuda-003180610.html

Written by Silvia Cardoso Souza

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *