Nardoni e von Richthofen deixam presídio para ‘saidinha’ do Dia dos Pais

Foto: reprodução

Na manhã desta quinta-feira, 08/08, Alexandre Nardoni deixou a prisão do complexo de Tremembré (SP), onde estava ocupando o pavilhão 8, para a “saidinha” temporária em comemoração ao Dia dos Pais.

Com o concedido de passar o Dia dos Pais em casa, essa é a primeira vez que o acusado pela morte da própria filha, a menina Isabella Nardoni recebe a autorização. Ele que já cumpre a pena desde abril desse ano no regime semiaberto.

Alexandre Nardoni saiu do presídio em um carro branco, uma caminhonete. Outros presidiáriaos também receberam a autorização da Justiça para a saidinha do Dia dos Pais, a diferença é que outros deixaram o complexo a pé.

Todos os detentos que receberam o benefício de ficar em casa com os familiares para a comemoração do Dia dos Pais, terão de retornar até às 17:00 horas de quarta-feira dia 17 de agosto. Quem descumprir perde os benefícios.

Nardoni recebeu condenação de 30 anos, essa é a pena máxima para cumprimento da pena na legislação brasileira. O caso foi amplamente divulgado em 2008, quando a menina Isabella Nardoni, filha biológica de Alexandre Nadoni morreu após ter caído da janela do apartamento do pai em São Paulo.

Outro caso que também gerou muita revolta foi o caso de Suzane von Richthofen, que cumpre pena após ter sido acusada pela morte dos pais.

Ela conseguiu sair hoje de manhã, também para a conhecida “saidinha” para o Dia dos Pais, sendo que, para Suzane von Richthofen,  a sentença foi de 39 anos. Essa não é a primeira permissão dela para sair, ela teve a o direito suspenso de 3 saidinhas depois de ter participado de uma festa no fim de ano,a qual não tinha autorização. Hoje ela voltou a ter o benefício aprovado para “saidinha” do Dia dos Pais.

Suzane já está no semiaberto pela progressão de pena.

Fonte: Portal O Tempo


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *