Não tenho vergonha de usar as mesmas roupas ou viver em uma casa humilde

Ter um lar para morar, ainda que seja uma casa humilde, é motivo para ter gratidão e usar as mesmas roupas não é motivo para sentir vergonha alguma. Vergonha é querer parecer alguém que não é.

Passar a vida se esforçando para apresentar uma imagem que possa convencer os outros, de ser uma pessoa com realidade completamente diferente da que possui, é desnecessário, pois quando descobrem a farsa, aí sim, essas pessoas enganadas  entendem que não podem confiar e se afastam, muitas delas até falando mal e compartilhando a descoberta.

Advertisements

Impressionar outras pessoas não é tarefa fácil, como pode parecer, ao contrário, ser verdadeiro, não ter vergonha de suas origens. A manutenção de uma falsa aparência, envolve atenção mental extra, quer dizer; a pessoa que está escondendo sua verdade, precisa ficar em alerta o tempo todo para continuar mentindo.

Esse estado de vigilância, causa desgaste, cansaço, ansiedade e, para piorar, pode ter insônia, perda do apetite, irritabilidade, entre outros problemas que vão surgindo com o tempo.

Outra questão muito séria para quem tenta dissimular sua realidade, preocupando-se em não usar as mesmas roupas, complica a situação financeira porque precisa gastar o que não tem, com isso, abusa do cartão de crédito, passa a abrir mão até da qualidade da alimentação. Um sacrifício que pode dar certo no início, só que com o tempo, as pessoas descobrem que está vivendo de falsa aparência, resultado; passa a ser conhecida como uma pessoa não confiável.

Não tenha vergonha de usar as mesmas roupas ou viver em uma casa humilde, caráter e dignidade não dependem da condição social. Ter uma casa para morar é motivo para agradecer a Deus. 

Quantas famílias estão vivendo pelas ruas ou em abrigos, sonhando em ter uma casinha humilde?

Trabalhando, sendo uma pessoa honesta, buscando cursos de qualificação para ter mais chance de trabalho, um dia poderá ter uma casa maior, até em outro lugar. Não pare de sonhar e acreditar, que bênçãos serão enviadas para dias melhores.

Written by Silvia Cardoso Souza

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *