Mãe recebe advertência do condomínio por choro dos gêmeos com pneumonia

- Anúncio -

Reclamação de choro dos bebês gêmeos gerou advertência para a mãe.

Não foi fácil para a dentista Luciana Krull, 40 anos, lidar com uma situação em casa, preocupado com seus bebês gêmeos de 2 anos e meio, Lucas e Gabriel e ainda ter de resolver o problema no condomínio em que mora.

Os meninos passaram por um período em que choravam muito e os vizinhos se incomodaram levando a reclamação ao síndico, porém o choro não era manha ou falta de atenção da mãe, os gêmeos foram diagnosticados com pneumonia, bronquite e otite, o que causou alteração no comportamento. Quem é pai ou mãe e já teve um bebê resfriado sabe como as crianças ficam nesse estado, imagine com complicações da pneumonia e dor de ouvido, tosse e outros sintomas como fica difícil.

- Anúncio -

“Foram dez dias tomando antibiótico, xarope e corticóide. Nós estávamos extremamente cansados e preocupados”, falou a mãe.

Luciana mudou para o condomínio, localizado no Rio de Janeiro, no fim de 2018 pensando em viver bem com sua família, mas os vizinhos não entenderam o momento difícil para a família com as crianças doentes. A mãe ficou indignada quando recebeu o comunicado de advertência do condomínio na última segunda-feira, 16/09 em que dizia; “choros e gritos de criança antes das 7h da manhã”.

Luciana respondeu o e-mail dizendo; “Eu não sabia que era possível uma criança ser advertida por conta de choro. Além disso, nenhum vizinho ou a síndica fizeram contato para falar sobre a situação. De repente, você abre o seu e-mail e se depara com a reclamação. Eu fiquei impactada e triste em saber que os meus filhos incomodam os outros”.

A mãe comentou sobre sua rotina na rede social;

“Meus filhos ficam na creche das 7h às 18h. Às 19h30 já estão dormindo. É claro que acordam cedo. Eles precisam tomar banho antes de ir para a creche, mas não podemos esquecer de que trata-se de duas crianças saudáveis. Minha casa tem barulho porque tem vida”.

- Anúncio -

“Estamos tentando mudar a rotina dos meninos porque realmente é incômodo saber que sua família não é querida naquele lugar”.

Foto: reprodução

“Gente, tenho gêmeos que estão com apenas dois anos e seis meses, que recentemente foram diagnosticados com pneumonia, tossiam a noite até vomitar, tiveram otite, bronquite… Precisaram tomar antibiótico por 10 dias, corticóides que causam irritação e alteração de humor… E acabo de receber uma NOTIFICAÇÃO DE ADVERTÊNCIA DO CONDOMÍNIO por choro de criança! O que esperam que eu faça? Tampem a boca dos meus filhos? Os amordacem? Ninguém nos oferece ajuda, ninguém se coloca no nosso lugar… Empatia, será que sabem o que isso significa? Mas, com certeza, acham que não estamos os educando “adequadamente”, que não estamos sabendo criá-los! Gente, que mundo é esse? E o pior é que quem reclamou também tem filho pequeno. Mas não vou me calar. Espero que outras pessoas, assim como eu, também achem isso um absurdo! Mais empatia por favor! Não vai demorar muito e vão querer proibir crianças no restaurante, no avião, na igreja…”

- Anúncio -

Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menores de 13 anos podem ter contas excluídas do Instagram

Menina morre após cair da bicicleta e o guidão acertar seu pescoço