Mãe dá à luz a gêmeos que não são dela após erro em clínica de fertilização

Uma mãe asiática que fez um tratamento de fertilização in vitro na clinica (FIV) na clínica CHA de Los Angeles, deu á luz a dois bebês, mas assim que viu os ‘gêmeos’, percebeu que eles não tinham os traços dela e do marido.

Após realização de exames, foi descoberto que os meninos não tinham parentesco com ela, nem com marido, e nem entre eles próprios.

Os testes de DNA confirmaram que nem o homem e nem a mulher “estavam geneticamente relacionados aos bebês” e que nem “os dois bebês estavam geneticamente relacionados entre eles”, segundo os documentos anexados ao processo.

Depois da descoberta, os pais asiáticos foram forçados a devolver os bebês aos seus pais biológicos.

Agora eles processam a clinica; abriram uma ação no início deste mês em um tribunal do Brooklyn na qual exigem uma indenização pelos danos sofridos, que descrevem como “lesões emocionais importantes e permanentes das quais não se recuperarão”.

 A clínica e dois médicos responsáveis, Joshua Berger e Simon Hong, estão sendo processados por erro profissional, negligência, descumprimento de contrato e publicidade enganosa.

Em seu site a clínica assegura oferecer “o maior grau de cuidado pessoal” e presume ter “tornado realidade os sonhos de dezenas de milhares de aspirantes a pais”.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇