Instagram honesto: Mãe de três mostra o quão diferente é a realidade materna comparada à farsa dos filmes e publicidades

Quase ninguém teria coragem de mostrar o que essa mulher posta em seu Instagram.

Ao acessar o Instagram, é comum encontrar perfis de gente bonita, corpo definido e muita gente feliz, contando sobre seus romances, viagens, frases perfeitas, mas nem todo mundo segue esse padrão.

Uma mãe decidiu fazer posts sinceros contando sua realidade como mãe, claro que o fato das publicações dela serem tão autênticas, não quer dizer que as outras pessoas estejam compartilhando fantasias, é que a maioria prefere inserir o que consideram como os melhores momentos.

Kylee Austin optou por postagens que retratem as imperfeições do dia a dia e como é a realidade de uma mãe de 3 crianças, sendo que 2 são gêmeos. Ela acredita ser esse um modo de mostrar como ávida não é tão perfeita assim, seria um modo de encorajar muitas pessoas deprimidas por não se identificar com os belos posts.

Fotos e legendas contando o quanto a mãe está se sentindo cansada depois de um dia dedicado aos cuidados dos filhos, além das tarefas de uma casa, como fazer comida, limpar, lavar roupa, passar, deixar tudo limpo são praticamente raras. Então essa mãe se mostrou na rede social como ela é como está sem problemas com sua aparência, além de muitas vezes se sentir sem forças.

Um dos temas pouco abordados nas rodas de conversas como no ambiente virtual é como o corpo ficou após a maternidade, caso não tenha um personal e não fez cirurgia. Muitas mulheres ficam com a pele prejudicada por conta da elasticidade, tem a ver com a genética e como foi a gravidez.

Kylee é uma mulher batalhadora e feliz com seus filhos, mas quer mostrar que na vida real, crianças choram, gritam, não estão sempre sorridentes, que o dia a dia é mais do que um momento bonito com a casa toda arrumada. Dependendo da cabeça de cada uma, tem mulher que até se questiona como tantas outras conseguem dar conta de tudo e ela não, um passo para ficar deprimida. Esse é o propósito dos postas de Kylee, levar até essas pessoas algo comum.

View this post on Instagram

I honestly NEVER thought I’d share this photo with anyone ever, but since it’s #worldbreastfeedingweek and #throwbackthursday I’m hanging out my vulnerability for all to see, boobs, babies, diapers, stretch marks, feeding issues, insecurities, and all… . . I don’t have many of these photos…this was my first attempt at tandem feeding my twins at the hospital. I struggled hard with breastfeeding with both the twins and my singleton. It’s been an extreme stressor for me, feeling guilty that I couldn’t get latching, that I never felt that “magical bond” of breastfeeding, just pain, that I found it mentally and physically exhausting to keep up with it all, and that I could only last 5 months with my twinnies and even less with my first son. . . I think breastfeeding is beautiful and amazing. I’m already missing my guys being this small, but I don’t miss the mastitis so bad I literally thought I was going to die. I don’t miss the cracked and bloody nipples, exhaustion and tears of frustration, or the envy of those that made it look so easy. . . So, behind the beauty of a picture of mom feeding her babies, might just be much more. A fear of not being enough for them, or societies standards, a loss of the feeling of efficacy or worth, or just a yearning to be the best mom she can be, even if it kills her. Anyone out there relate?

A post shared by K Y L E E A U S T I N (@mrskyleeaustin) on

View this post on Instagram

So thankful for this body and I’m seriously loving where it’s taking me right now! We’ve been on a journey so far (Swipe right to see where I was just one year ago after having my twins!!!) and I know we still have more fun to go, me and this shell of mine! . . I’m officially done with the 80 Day Obsession (HELLO RESULTS?!?) and moving on to something I’ve never done before. Six years ago I never would have thought of myself as a person who could walk into a gym and “just figure it out”. I’d cry and whine, “but, what do I do??” I couldn’t push myself through my own workout nor did I know how to form a workout of my own. Enter Beachbody and their amazing home workout programs…I learned so much about myself, how my body works and what I can and won’t do to get myself fit. I was inspired to learn more and become a certified personal trainer, group trainer and fitness nutrition specialist. I continued to learn and heal myself after having twins and dealing with postpartum issues. . . Now, I’m ready to formulate my own method to share with YOU! It’s time I looked at myself (the forever learner) as the expert and shared the wealth of knowledge! It’s my hope to reach someone like me that was scared to death of stepping into a gym and afraid of not knowing what to do. It’s my hope that I can ease their mind and be their cheerleader. It’s my hope to push you all to the next level! I can’t wait to be your guide! . . #thankfulthursday #thisispostpartum #postpartumfitness #absafterbaby #fitmom

A post shared by K Y L E E A U S T I N (@mrskyleeaustin) on


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *