Conheça a história do homem que está preso nessa máquina estranha desde 1952

O homem que contraiu poliomielite aos 5 anos de idade e um tempo depois foi colocado nesta máquina onde vive preso até hoje.

Paul Alexander (70),  é um homem estadunidense, que contraiu poliomielite aos 5 anos de idade, e por conta da doença passou 10 anos em casa sem poder sair as ruas.

Então um médico que contatou que ele nunca conseguiria respirar corretamente o colocou em uma máquina que funciona como um ‘pulmão de aço’, e ele é um dos poucos pacientes do mundo que ainda necessita desse tipo de aparelho.

O jornal Daily Mail publicou uma matéria sobre o caso, e explicou que a máquina que é um “pulmão de aço”, é um tipo de tanque metálico hermético, onde o paciente fica somente com a cabeça para fora.

A máquina pesa 360 quilos e cria espaços que introduzem oxigênio nos pulmões dos pacientes que perderam por completo a funcionalidade do sistema nervoso e respiratório.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), explica que a poliomielite é uma doença infecciosa transmissível causada por um vírus que invade o sistema nervoso e pode causar paralisia em questão de horas. A doença afeta principalmente crianças menores de 5 anos.

Desde que usa o pulmão mecânico em sua casa no Texas, este Alexander conta que: 

“Com o passar dos anos, pude escapar dessa máquina durante algumas poucas horas, porque ensinei a mim mesmo como respirar de forma voluntária (…). Tenho que levar ar de forma consciente aos pulmões, coisa que as pessoas normais fazem de maneira involuntária. É um trabalho difícil, mas me permite escapar dessa máquina infernal, ainda que por pouco tempo”.

Apesar de sua condição de vida, com muito esforço e dificuldades ele chegou a se formar em direito na Universidade do Texas e agora exerce em casos civis e penais.

Paul gravou um vídeo de dentro do tanque para conscientizar as pessoas a respeito dessa doença.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇