Comissária de bordo suspeitou de um homem com uma menina assustada no avião e deixou uma nota para ela no banheiro para salvá-la

- Anúncio -

Comissária de bordo ajuda menina durante voo.

Caso se abuso e tráfico sexual infelizmente ainda faz muitas vítimas, por isso é muito importante que a sociedade esteja atenta aos sinais, pois uma atitude de denúncia pode salvar uma ou mais vidas.

A comissária de bordo, Sheila Frederick foi uma heroína para a garota que estava no voo comercial saído de Seattlecom destino a cidade de San Francisco. Ela é uma profissional bem treinada para a profissão e atenta ao comportamento dos passageiros, principalmente nessa época em que muita coisa pode acontecer dentro de um avião colocando tripulação e passageiros em risco.

Sheila Frederick não pode deixar de observar um casal, embora as pessoas sejam diferentes, algumas situações levar a pensar que algo não está bem. Foi o caso de um casal, a moça parecia ser ainda uma garota muito jovem acompanhada de um homem bem vestido, porém, além da diferença de idade, a menina não parecia estar à vontade, ao contrário, ela estava com expressão de quem está assustada. Os cabelos pareciam estar sem lavar, muito oleosos, esse contraste não parecia nada natural. Foi então que a comissária de bordo passou a focar sua atenção e, se preciso fosse iria ajudar a menina.

- Anúncio -

A impressão que a comissária de bordo teve sobre o casal foi a seguinte, dito por ela o modo como a menina estava, parecia “como se tivesse passado pelo inferno”.

- Anúncio -

Sheila Frederick se aproximou do casal na tentativa de “puxar” conversa com cordialidade, o homem teve uma reação ríspida e cortou a fala da comissária de bordo. Nesse momento ela teve a certeza de que a moça estava com medo, sequer levantava os olhos.

Estrategicamente a comissária de bordo deu um jeito de fazer a garota usar o banheiro, antes Sheila escreveu no espelho uma mensagem. A jovem prontamente respondeu dizendo de maneira abreviada o que estava acontecendo com ela e pediu socorro.

Depois de ler a resposta, Sheila discretamente comunicou o problema ao piloto, ele chamou a polícia. Quando o avião aterrissou, policiais esperavam o casal para prender o bandido. Descobriram que se tratava de um traficante.

Esse caso foi o ponto de partida para que a organização Airline Ambassadors passasse a investir em treinamento com comissários de bordo no combate ao tráfico de humano, treinando sobre como identificar e proceder.

A menina agora é uma jovem universitária, que foi liberta das mãos de criminosos. Ela tem muita gratidão e está sempre em contato com a comissária de bordo.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

“Eu me considero uma mulher negra”, filha de Michael Jackson ressalta orgulhosamente raízes afroamericanas do pai

Mulher adota um gatinho minúsculo e raquítico. Um ano depois, o bichano já tem praticamente o mesmo peso que a dona! Um ato de amor salvou esse bichinho.