in ,

Comer 1 ovo por dia faz crianças crescerem mais altas e fortes: entenda esse novo estudo

É certo bebê comer ovo todo o dia?

Os cuidados com a saúde do bebê é uma preocupação para os pais que esperam fornecer alimentos que favoreçam a saúde de um modo geral, para que os filhos cresçam com os nutrientes necessários para o desenvolvimento.

Essa atenção quanto à alimentação, não é observada somente pelos pais, autoridades do setor de nutrição, médicos pediatras e também pesquisadores estão sempre acompanhando os novos estudos em relação aos alimentos.

Na busca por alimentos que possam tornar os bebês mais fortes, foi realizada uma pesquisa por profissionais da saúde pública no Equador e nos Estados Unidos.

Nesse estudo participaram 163 bebês, de 6 a 9 meses que receberam durante um determinado período, 1 ovo por dia, o alimento foi incluído na alimentação e os bebê foram acompanhados para analise com avaliação semanal. O resultado comprovou que essas crianças ficaram mais altas.

A avaliação do estudo aponta para a manutenção do peso, sendo que 74% na redução de chances de terem sofrem com peso abaixo do desejável, e acordo com cada fase, além disso, as chances das crianças ficarem raquíticas ou sofre atrofia muscular é reduzida em 47%.

Ovo pode se tornar um alimento importante para a saúde do bebê.

Veja o que a nutricionista do Hospital Sabará, localizado em São Paulo, Priscila Maxmino, falou sobre o ovo na alimentação dos bebês: “Ele tem um valor biológico de proteína que é ótimo, tem nutrientes chamados colina e luteína, que são complexos B que ajudam no desenvolvimento do cérebro, dos músculos e do coração, além de também auxiliar o melhor funcionamento do sistema nervoso central. A luteína, por exemplo, presente na gema, está ligada ao desenvolvimento da visão”.

Antes de algum papai ou mamãe quere experimentar oferecer ovo para o pequeno, é importante lembrar que esse não deve ser o único alimento, nem o principal. É importante oferecer alimentação rica de nutrientes e deve evitar ovo frito, por isso a orientação é para que o ovo seja sempre cozido ou mexido, sendo introduzido na alimentação aos poucos e somente para crianças que já estejam com alimentação sólida, a partir dos 7 meses de vida.

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Oito meses depois de crime, DNA confirma que suspeito de matar mulher grávida era pai da criança; bebê não sobreviveu

Quer compreender um adulto? Investigue a infância dele.