Casal americano adota quatro irmãos de Pernambuco para que eles não se separem

- Anúncio -

Linda atitude do casal norte-americano. Além de realizarem o sonho de aumentar a família, eles mantiveram os irmãos unidos!

Adotar uma criança é um ato de amor, dar a uma pessoa a oportunidade de ter uma família, receber cuidados, respeito, educação e crescem em um ambiente saudável, com certeza é uma atitude nobre.

Infelizmente a lista de crianças esperando por adoção é extensa, muitas crescem nos orfanatos sonhando com o dia em que um casal ou uma pessoa inspirada no amor apareça e as acolha, mas com o passar do tempo, vai ficando mais difícil, pois as crianças pequena, com idade de 0 a 3 anos não é fácil conseguir um lar adotiva, para os que estão maiores fica ainda pior.

A grande maioria das pessoas que se ficam na fila de espera para adotar uma criança, apresentam como preferência as menores idades dentre outros requisitos, mas com certeza a faixa etária é a que mais determina a “sorte” da criança.

- Anúncio -

Um grande e lindo exemplo de generosidade e amor, é a de um casal americano que transformou a vida de 4 irmãos no nordeste, em Pernambuco.

Brandon e Jennifer Pratt,de Lowa, Estados Unidos, decidiram ter filhos adotivos, então pensaram em adotar crianças brasileiras. Eles admiram a cultura, aprenderam com o marido da irmã de Jennifer, ele é brasileiro.

“Nós optamos por adotar irmãos, pois sabíamos da dificuldade do processo de adoção e queríamos passar por tudo isso de uma só vez”, explicou Brandon para o site Achei USA.

Os 4 irmãos nordestinos, Leandro, Cristiano, Enzo e William, com idades entre 2 e 6 anos estavam sob os cuidados de um orfanato em Recife, a mãe foi declarada sem condições de cuidar dos filhos por questões de negligência.

- Anúncio -

Não foi fácil, mas o casal estava determinado. Depois e todo o processo necessário, as crianças ficaram 30 dias com o casal para avaliar a adaptação. Após cumprir com o prazo, os novos pais foram liberados para viajar, eles voltaram para os Estados Unidos com os filhos do coração.

“Estamos sempre atentos para oferecer aos meninos a maior quantidade de experiências possíveis. Nós vimos um grande progresso no idioma logo que chegamos aos EUA. Eles são meninos fáceis de lidar e a adaptação está sendo bem mais fácil do que imaginávamos”, disse o pai, Brandon.

Foto: Reprodução

- Anúncio -

Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasileiro “troca” a novela das 21h por séries, segundo estudo da Netflix. Concorda com isso?

Jovem mata irmão, se suicida e deixa triste carta aos pais no Facebook. Imagine a tristeza dos pais!