Cadela é baleada por caminhoneiro e socorrida por PMs, que pagaram consulta do próprio bolso

Em mais um caso de violência contra animais, cadela foi atingida com tiro dado por caminhoneiro

O caso ocorreu no Terminal de Cargas, no Parque Novo Mundo, na Zona Norte de São Paulo, onde a cadela Pintada que tem cerca de 2 anos, mora nas ruas perto do terminal na Fernão Dias.

Um caminhoneiro que disse que fez isso por ter sido mordido pelo animal, atirou com uma arma de fogo contra a cadela, e depois escondeu a arma na cabine de um outro caminhão que não era o seu.

Um vigilante do Terminal de Cargas, relatou o caso aos policiais que faziam o patrulhamento de viatura no local.

“Logo em seguida nós conseguimos abordar o caminhoneiro, a princípio ele negou, mas nós conversamos com ele e depois ele informou que realmente ele efetuou o disparo no cachorro e informou a equipe onde estava a arma”, contou o PM Henrique Ribeiro.

Preso em flagrante, o caminhoneiro foi encaminhado para o 73º DP, no Jaçanã.

Os policiais militares que atenderam a ocorrência, se solidarizaram com a situação do animal que sofria com um tiro  que travessou o ombro, eles então levaram Pintada a uma clínica veterinária 24 horas, e pagaram do próprio bolso a quantia de R$ 110 reais da consulta.

Ela não necessitou de cirurgia, mas ficou em observação.

“A gente decidiu na hora porque como a gente tinha que dar um jeito na situação o cachorro estava lá ferido, então acho que dinheiro não é tudo”, contou o PM.

Um outro caso que não teve um desfecho feliz, foi o do cão envenenado e morto a pauladas no Hipermercado Carrefour. Uma grande mobilização se formou na internet pedindo que seja feita justiça. O Hipermercado se pronunciou em nota afirmando que tomará as medidas cabíveis, com relação ao funcionário, e que irá se orientar sobre de que forma poderá ajudar na causa animal.


ATENÇÃO MÃE, QUAL SUA OPINIÃO?

escreva seu comentário abaixo👇