Brasileiros Praticam Inglês Conversando Com Idosos Solitários Dos EUA

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, na cidade de Chicago, nos Estados Unidos, há muitos idosos que estão afastados da convivência com a família, alguns por opção por não querer ficar morando com os filhos, netos ou outros graus de parentesco por decisão própria, acreditando que assim não darão trabalho. Porém a grade maioria da população idosa que mora nos asilos não tem com quem ficar, moram  sozinhos, são tratados por rostos estranhos, que aos poucos tentam se familiarizar, porém sem a presença da jovialidade dos jovens, adolescentes ou crianças.

Diante dessa dura realidade, jovens brasileiros estão levando a esses idosos, um pouco de atenção, momentos de dedicação e calor humano.

Houve um tempo em que para fazer um curso de inglês de qualidade, era preciso pagar mensalidades com preços bem “salgados”, sendo então uma barreira para o aprendizado.

Com o passar do tempo novas escolas de idiomas surgiram e quebraram a barreira, oferecendo mensalidades com preço justo e bolsas de estudos.

Saber inglês hoje em dia é tão necessário quanto outras disciplinas escolar, esse idioma ultrapassa todas as fronteiras. Se pode dizer que é a segunda língua oficial em praticamente todos os países.

Se matricular em um curso e inglês possibilita chances de conseguir emprego, por exemplo, trabalhar no setor de hotelaria, gastronomia internacional, trabalhar com tradução, em navio cruzeiro, e muitas outras oportunidades que exigem o conhecimento do inglês.

Voltando ao tema principal, brasileiros que conversam com idosos dos EUA, tem feito toda a diferença na vida dessas pessoas que ficam tão contentes quando recebem atenção.

Longe da intenção de fazer propaganda ou incentivar alguém a buscar essa ou aquela escola de idiomas, é impossível não prestar atenção a essa iniciativa da CNA, de incentivar os alunos a conversar com os hóspedes dos asilos.

Para o aluno é uma grande vantagem, desse modo tem a chance de treinar o idioma com pessoas que sempre viveram falando e pensando em inglês, assim aprendem mais rápido e aperfeiçoam a linguagem.

Para os idosos de Chicago, eles têm a oportunidade de conversar com jovens entusiasmados e melhora a autoestima deles, uma vez que passa maior parte do tempo sozinhos.

A solução da escola foi utilizar tecnologia para aproximar jovens e idosos em uma boa conversa.

Fonte: fiquesabendo.org


ATENÇÃO MÃE, QUAL SUA OPINIÃO?

escreva seu comentário abaixo👇