in

Após ter 40% do corpo queimado em um acidente doméstico, jovem dá a volta por cima e esbanja autoestima nas redes sociais: “Continuo me amando”

- Anúncio -

Com mais de 42 mil seguidores no Instagram, Adriana posta diversas fotos do corpo, sem vergonha das cicatrizes do terrível acidente que aconteceu por causa de um cochilo em casa.

Essa é uma história de verdadeira resiliência, em que uma jovem após tanta dor, ter de reunir forças para dar a volta por cima e provar ao mundo, que mesmo vivendo situações tão difíceis, com fé coragem e muita determinação, é possível lutar para reconquistar sua vida, e melhor, ajudando outras pessoas que assim como ela passaram por situação parecida tendo o corpo queimado, vejam que podem lutar pela conquista da autoestima.

Passar por um acidente que deixa marcas para toda a vida, com lesões no corpo que são visíveis como queimadura no corpo, é algo terrível. O paciente sofre desde o momento em que tem o corpo queimado, sente dores absurdas, ter de suportar um doloroso tratamento e depois de tudo isso ainda tem o psicológico para lidar e resgatar a autoestima.

- Anúncio -

Adriana Lua se acidentou dentro do apartamento, quando uma panela pegou fogo, a jovem estudante de nutrição teve 40% do corpo queimado. Pode ser difícil de acontecer, mas todo o cuidado é pouco. Adriana estava muito cansada e repousou um pouco no sofá, a panela estava no fogo, foi quando aconteceu o acidente. A universitária deu um breve cochilo e acordou com o pânico do namorado que gritava chamando por ela. Assustada Adriana correu para abrir a janela, nesse momento as chamas foram sopradas em direção contrária, indo em direção a tubulação de gás. O perigo só aumentava, o que veio depois foi a decisão desesperada de uma jovem para acabar com as chamas, então ela pegou a panela e colocou e baixo da torneira, houve uma explosão e o resultado foi terrível.

Sem o namorado todo o apartamento poderia ter ficado em chamas, mas ele não conseguiu reagir, ficou paralisado em estado de choque. Adriana teve de resolver sozinha.

“Ele estava em choque e não conseguia fazer as coisas”, disse ela ao ser entrevistada pelo Universa.

Para o tratamento foi necessário ficar hospitalizada por mais de um mês tratando das queimaduras de terceiro grau.

“Eu me esforçava para me manter positiva todo o tempo. Pensava que, se em algum momento eu deixasse os sentimentos ruins dominarem, ia acabar com a minha recuperação”, contou Adriana.

- Anúncio -

“Todo dia me fazia passar ao menos cinco minutos me olhando no espelho. Era o momento que me permitia chorar e pensar: ‘essa sou eu agora, preciso ir me acostumando. Tenho de lidar com isso da melhor maneira possível’”.

A jovem recebeu apoio dos amigos, pois o namoro acabou.

No Instagram ela postou várias fotos e comentou com os seguidores;

“Antes, eu alimentava meu perfil com fotos minhas, fazendo poses, de biquíni, sempre que me achava bonita. E por que isso teria que mudar agora?”

- Anúncio -

Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Garota agradece irmão com um gostoso beijo após ele doar células tronco e salvar sua vida da leucemia!

Pura coincidência ou obra do destino? O Romeu e a Julieta dos tempos modernos nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital