A depressão escondida por trás de um sorriso…

Muitas vezes a depressão só é percebida quando a pessoa fica presa a cama e não têm mais nenhuma reação ativa, porém nem todos os casos se manifestam dessa forma.

Considerada por muitos a doença do século, a depressão faz milhares de vítimas pelo mundo inteiro. Pessoas que vão perdendo o convívio social e nos casos mais graves chegam as vias de fato de um suicídio.

Mas quando pensamos em pessoas depressivas já associamos essa ideia a uma pessoa deitada em sua cama, no quarto escuro e sem forças e animo para mais nada.

Jamais esperamos que aquele familiar ou amigo, que por muitas vezes é sorridente, afetuosos e brincalhão também pode estar precisando seriamente de ajuda.

A depressão sorridente  

Definida por especialistas como “externalização de sentimentos de felicidade e completude, enquanto o interior sofre sintomas da depressão.”, têm diagnóstico difícil, uma vez que até a própria pessoa que sofre com a doença não entende pelo que está passando.

Familiares e amigos também não percebem, pois como um mecanismo de defesa, essas pessoas mascaram as suas dores, e “acostumam-se” a conviver com o problema, acreditando que seja normal, e seus entes por sua vez, não percebem.

Ao tentar parecer sempre bem, a pessoa esconde os sintomas, muitas vezes se forçando a ter uma vida “normal”, mas isso pode ser extremamente perigoso, pois quando ela chega em seu limite, pode ser tarde demais para tentar um tratamento.

Por isso tantos casos de suicídios em pessoas que não faziam tratamento de depressão e que as pessoas próximas jamais imaginariam que existia o problema.

Pessoas que estão sempre felizes demais, que não fazem muitas reclamações, que tentam sempre ficar de bem em todas as situações, podem estar controlando sentimentos de tristeza e fraqueza, por medo de como serão interpretadas, ou por desanimo em encarar a própria doença.

Mas essas pessoas deixam sinais. Ansiedade constante, irritabilidade, medos, desesperança são formas de externalizar que algo está precisando de atenção.

Esse tipo de depressão é a mais perigosa porque aqueles que sofrem de depressão sorridente possuem mais atitude para colocar seus pensamentos suicidas em prática.

Como lidar com o problema?

A procura de ajuda especializada é fundamental. Mas procurar encontrar pessoas em quem você confie e se sinta encorajado a dividir os momentos ruins, sem medo de parecer fraco, é muito importante na recuperação. A pessoa que realmente lhe ama e se importa, não se incomodará em lhe dar suporte nos dias que você precisa de conforto emocional.

 


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇


Chocolate e vinho tinto ajudam a combater rugas e manter a pele jovem, diz estudo

Água morna X água gelada: uma delas é prejudicial à sua saúde – tudo o que você precisa saber!