in , ,

8 remédios naturais para se livrar dos grãos de milium

8 remédios naturais para se livrar dos grãos de milium

Assim como as indesejáveis erupções cutâneas, as manchas milium são pequenos cistos de aspecto sólido, de coloração branca ou amarelada, semelhantes a pequenas espinhas de acne cobertas por pontos brancos.

Elas surgem na pele do rosto, especialmente ao redor dos olhos, nariz e bochechas, e podem até se manifestar nas pálpebras e ao longo dos cílios. É importante ressaltar que essas condições dermatológicas não representam ameaças à saúde e são inofensivas, porém, podem ser consideradas esteticamente desagradáveis.

Por essa razão, muitas pessoas buscam tratamentos naturais para eliminar essas manchas milium de forma mais rápida, sem deixar cicatrizes ou prevenir seu aparecimento nas bochechas.

Por que as manchas milium surgem e o que exatamente são elas?


Antes de abordar estratégias de eliminação das manchas milium, é crucial compreender as causas subjacentes de seu surgimento, uma vez que identificar essas razões pode ser fundamental para prevenir futuros episódios.

Diferentemente dos cistos sebáceos compostos predominantemente por sebo, os pequenos cistos de milium, que variam de 1 a 3 mm, contêm células sebáceas e queratina retidas sob a camada externa da pele. Essa condição geralmente resulta de uma inadequada remoção de células mortas da pele, no caso dos chamados “grânulos de milium primários”.

Em contrapartida, os “grãos de milium secundários” podem surgir devido a agressões à pele, como queimaduras, exposição excessiva aos raios UV, procedimentos a laser, peelings abrasivos frequentes, microdermoabrasão, entre outros.

O uso de produtos cutâneos muito oleosos e a ingestão de medicamentos que estimulam a produção de sebo também podem propiciar o aparecimento desses nódulos brancos indesejados.

1) Terapia de vapor para tratar manchas de milium no rosto

Utilizar vapor ou uma toalha quente pode “desobstruir” os poros entupidos, facilitando a remoção de impurezas e células mortas da pele. Uma alternativa é realizar um banho de vapor, preenchendo uma panela com água fervente e segurando uma toalha sobre o rosto por cerca de 20 minutos.

Opcionalmente, você pode adicionar algumas gotas de óleo essencial de tea tree ou óleo essencial de pau-rosa à água fervente para purificar e limpar profundamente a pele, enquanto regula a produção excessiva de sebo. Em seguida, siga um dos tratamentos a seguir para eliminar as manchas de milium.

2) Óleo de rícino

O óleo de rícino, originário da planta de mamona da África, é conhecido por suas propriedades antibacterianas, anti-inflamatórias e emolientes que auxiliam a pele na absorção do sebo. Aplique o óleo de rícino prensado a frio na área afetada e massageie até que seja absorvido. Repita esse procedimento ao longo de vários dias para observar melhorias nas erupções cutâneas.

3) Mel

A aplicação regular de uma máscara de mel orgânico, deixada na pele por aproximadamente vinte minutos, não apenas amaciará a pele, mas também ajudará a eliminar as manchas milium devido às suas propriedades anti-sépticas.

Recomenda-se renovar essa aplicação regularmente, talvez até diariamente. Idealmente, escolha o mel manuka, que, embora mais caro, é comprovadamente rico em propriedades anti-inflamatórias, antibacterianas e antimicrobianas, aliviando as irritações da pele.

4) Vinagre de maçã

O vinagre de maçã, eficaz contra a fibrose cutânea, também é valioso no tratamento das manchas de milium devido ao seu poder adstringente. Para utilizá-lo, misture partes iguais de vinagre de maçã e água.

Aplique essa loção nas áreas afetadas com um algodão e deixe agir por 30 minutos antes de enxaguar. Alternativamente, experimente misturar 3 colheres de chá de fubá com uma colher de chá de vinagre de maçã. Depois de aplicar essa mistura, aguarde meia hora antes de enxaguar com água fria. Esse tratamento ajudará a fechar os poros e a absorver o excesso de sebo.

5) Água de rosas e pó de sândalo

Ao combinar água de rosas e pó de sândalo, você pode criar uma máscara que deve ser aplicada diariamente por um quarto de hora. Essa pasta suavemente esfolia a pele, removendo as células queratinizadas.

Isso deixará sua pele suave, macia e saudável. Além disso, você pode usar água de rosas sozinha duas a três vezes por semana para aproveitar suas propriedades anti-inflamatórias. No entanto, evite aplicá-la na área dos olhos, reservando-a para o tratamento das manchas de milium no nariz ou nas bochechas.

6) Ênfase na esfoliação para combater os grânulos de milium

A esfoliação regular da pele é fundamental. Evite espremer ou perfurar os cistos, pois isso pode resultar em cicatrizes. No entanto, a esfoliação é conhecida por remover as células mortas da pele, o que é exatamente o que sua pele precisa. Você pode criar produtos esfoliantes caseiros:

Experimente um esfoliante feito de açaí em pó e óleo vegetal ou uma toalha áspera. Para uma abordagem mais simples, teste um esfoliante de açúcar. Esprema o suco de um quarto de limão, adicione duas colheres grandes de açúcar e uma colher de azeite. Esfregue essa mistura na pele por alguns minutos e deixe-a agir como uma máscara por 20 minutos.

7) Folhas de feno-grego

Nas tradições de beleza ayurvédicas, as folhas de Trigonela desempenham um papel fundamental no tratamento de diversas imperfeições aparentadas, como cravos, manchas de milia e espinhas.

Elas são extremamente reconhecidas por suas propriedades anti-sépticas, antiinflamatórias e antioxidantes. Para começar, triture uma colheita de folhas frescas com uma pequena quantidade de água. Aplique essa pasta suavemente no rosto e deixe-a agir por 10-15 minutos antes de enxaguar. Repita esse procedimento diariamente até que o problema seja resolvido.

Alternativas para o Cuidado Diário da Pele

Considere a aplicação de algumas gotas de óleo essencial de Melaleuca (também conhecido como óleo essencial de tea tree) sobre a pele afetada. Este óleo é conhecido por suas propriedades desinfetantes e sua capacidade de secar as lesões de milia. Aplique-o à noite, após uma limpeza facial adequada. Massageie suavemente nas áreas a serem tratadas e enxágue bem na manhã seguinte.

O gel de Aloe vera também mostra um aliado rico, contribuindo para a cicatrização da pele, reduzindo inflamações e fornecendo uma ação antioxidante que ajuda a desobstruir os poros para um tratamento mais eficaz. Aplique o gel na área afetada antes de dormir e deixe atuar durante a noite, enxaguando pela manhã. Repita essa aplicação duas vezes ao dia, de manhã e à noite. Além disso, considere que o Aloe vera pode funcionar como um hidratante, dependendo do seu tipo de pele.

Como Prevenir o Aparecimento de Milia no Futuro?

Prevenir o surgimento de grãos de milia é mais eficaz do que tratá-los posteriormente. Portanto, aqui estão algumas dicas importantes para evitar essas lesões:

  • Reduza a exposição prolongada ao sol. Opte por uma exposição moderada para obter vitamina D benéfica sem prejudicar a pele.
  • Escolha um hidratante adequado ao seu tipo de pele, evitando fórmulas comuns ricas. Certifique-se também de que sua maquiagem não seja comedogênica, leve e remova-a com cuidado antes de dormir.
  • Mantenha uma rotina de higiene diária, incluindo o uso de um limpador facial suave. Para a esfoliação, opte por produtos suaves.
  • Evite produtos cosméticos que contenham óleos minerais, como lanolina, petróleo e parafina, pois esses ingredientes podem obstruir os poros e contribuir para a formação de milia.
  • Reduza o consumo de alimentos doces, salgados e gordurosos, como queijos e batatas fritas.
  • Lembre-se de nunca tentar espremer ou extrair os grãos de milium por conta própria.
  • Se você notar o surgimento de milia após o uso de medicamentos descritos, como cremes esteróides, consulte seu médico para orientações adequadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pão com creme de confeiteiro caseiro

Pão com creme de confeiteiro caseiro

Como Fazer Delicioso Donuts Americano

Como Fazer Delicioso Donuts Americano