in

SP: PCC obriga ladrões a tomarem ‘coquetel da morte’ como vingança pelo assassinato de menino

SP: PCC obriga ladrões a tomarem ‘coquetel da morte’ como vingança pelo assassinato de menino

 

Um menino de 5 anos,Brayan Yanarico Capcha, morava na Vila Bela, zona leste de São Paulo, filho de bolivianos, e estava em casa em 2013, no dia 28 de junho, quando 5 homens invadiram a residência da família e roubaram R$ 4.500 Reais.

 

O menino ficou nervoso com os ladrões na casa e chorava muito, pouco antes de irem embora, irritados com o choro do menino, um dos criminosos atirou na cabeça da criança.

 

O PCC (Primeiro Comando da Capital) então agiu, e como ato de vingança, segundo o colunista do UOL, Jomar Jozino, alguns dos ladrões foram obrigados a tomar o que chamam de ‘coquetel da morte’.

 

Por conta da repercussão do caso, a polícia montou um cerco na região procurando pelos responsáveis do crime, enquanto isso, a venda de substâncias ilícitas caíram, ficando praticamente paralisadas na região, o que levou o PCC a acumular prejuízos, então a facção teria decretado a morte dos homens que invadiram a casa e tiraram a vida do menino.

 

A polícia conseguiu a identificação de dois dos suspeitos, um de 19 e outro de 17 anos, ambos foram presos.

 

temendo pela vida, um jovem de 18 anos se entregou à polícia, comparecendo em companhia do advogado.

 

Fonte: Istoé

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Casamento de Luciano Huck e Angélica pode chegar ao fim após grande escândalo, diz vidente

Após desavenças, vizinho atropela homens e bebê de 11 meses em SP