Sono dos pais só se recupera seis anos após nascimento do filho

- Anúncio -

Todos sabemos que um bebê altera totalmente a rotina dos pais, e o sono é um dos fatores que mais sofrem alterações com a chegada dos pequenos. Mães dormem em média uma hora a menos, em comparação a antes do parto.

“Aproveite para dormir agora, enquanto o bebê não nasceu”, qual mulher gestante ainda não ouviu esse conselho?

A verdade é que estudos compravam que o sono dos pais sofre com a chegada dos filhos, mas isso também é perceptível para a grande maioria dos pais de crianças pequenas, o que não se sabia, é que o sono só se restabelecerá normalmente apos a criança alcançar os 6 anos de idade.

- Anúncio -

De acordo com o estudo, as mães sentem mais os efeitos da chegada do bebê influenciando o sono. Aos três meses após o parto, que é o pior nível, elas tinham um sono com nível de satisfação 1,81 menor (pontuação que poderia variar de 0 a 10) e duração de 62 minutos a menos. A amamentação foi associada com uma ligeira diminuição na satisfação do sono materno (0,72 pontos) e duração (14 minutos).

- Anúncio -

Já os pais tinham esse nível de satisfação 0,37 pontos menor, e 13 minutos a menos de duração, em média.

A pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Warwick, na Inglaterra, acompanhou 2541 mães e 2118 pais.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

“Não sou mais a mesma médica desde o nascimento da minha filha. A dor do outro me pertence muito mais”

Desidratação em bebês: Mulher faz apelo a todas as mães sobre os riscos fatais de uma amamentação incompleta