Quando você tem uma mãe forte, você se torna uma pessoa forte

- Anúncio -

O exemplo de uma mãe forte pode fazer com que a filha seja tão forte quanto a mãe.

Quem nuca notou que as meninas gostam de imitar a mãe quando são pequenas. Elas observam a mãe se vestindo, fazendo a maquiagem, cuidando da pele, secando os cabelos entre outras ações simples que, no início para a criança é muito divertido, por ser muito pequena, a menina está apenas se identificando com a personagem feminina que mais se associa a ela, no caso a mãe e que, ao mesmo tempo é sua protetora.

Esse é o modo comum de como a menina percebe seu universo, copiando de maneira alegre a mamãe.

Assim como a filha desperta interesse por ações do dia a dia que a mãe pratica, ela também passa a ter admiração na medida em que vai crescendo quando identifica na mãe uma mulher determinada, que luta para alcançar seus objetivos por meio do trabalho, esforço e dedicação.

- Anúncio -

Quando essa menina se torna uma mulher adulta, a tendência é seguir esses passos, entendendo os desafios como algo que consegue lidar e superar, uma vez que cresceu vendo sua mãe como uma mulher forte, capaz de vencer.

- Anúncio -

Quando você tem uma mãe forte, o autoamor fica mais equilibrado, dificultando espaços para sentimentos e emoções que façam com que se sinta desvalorizada com a opinião alheia, porém, aprende a respeitar as outras pessoas sentindo-se livre para amar, fazer amizades e seguir em frente com confiança em si mesma.

Tudo o que os pais querem é que seus filhos seja adultos fortes, saudáveis, prósperos e que sejam felizes, só que além da própria personalidade de cada indivíduo, a maior parte da formação vem da infância, por isso é tão importante passar valores e corrigir quando necessário, sem, no entanto, ser inflexível, com muita rigidez, pois um adulto forte não significa que não possa ser dócil.

Ter uma mãe forte torna a mulher mais segura e por isso passa a evitar relacionamentos complexos que lhe causem desrespeito.

A questão é que a mãe forte oferece as ferramentas comportamentais e emocionais com o seu exemplo ao longo da vida, não apenas com base no que ensina falando, mas no que a menina cresce assistindo.

Vamos entender que em se tratando de ser humano não se deve generalizar, mas em geral, a filha segue o padrão da mãe.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Avó chama a polícia pelo desaparecimento da neta de 5 anos: depois os polícias descobrem algo chocante

Ansiedade noturna, dificuldade de acalmar a mente e dormir, devido aos anseios do dia a dia