Polícia indicia mãe do gêmeo Samuel como culpada pela morte do bebê

A polícia de Mauá, região metropolitana de SP, não tem dúvidas de que a mãe do bebê, Maria Thereza, é a autora do crime.

O bebê gêmeo Samuel, estava com apenas 2 anos de idade, ele morreu dentro de casa. Com as investigações, a polícia indiciou a mãe por abandono de incapaz e fraude processual, além da perícia ter apontado que a cena do crime não está compatível com a verdadeira causa da morte do bebê.

Advertisements

O caso foi exibido no programa da Record, Cidade Alerta e chocou os telespectadores.

No estômago da criança, foi encontrado cerca de 1 litro e meio de líquido nos pulmões que estavam com marcas compatíveis com morte por afogamento, diferente da versão da mãe do bebê.  Maria Thereza teria dito à polícia, que a morte da criança se deu por asfixia, após ele ter ficado preso dentro de um baú.

A perícia acredita que a cabeça do menino foi colocada em algum recipiente contendo água, onde ficou imersa. As investigações continuam, enquanto isso, o pai dos meninos pede na Justiça a guarda do outro gêmeo.

Em entrevista ao Cidade Alerta, apresentado pelo jornalista Luiz Bacci, no dia 27 de abril, a mãe do bebê gêmeo Samuel, disse no programa ao vivo, após ter decido quebrar o silêncio, dizendo; “Eu não matei meu filho”.

O apresentador do programa, na época, disse ter uma testemunha da família dela, e que a mesma afirmou que a mãe do bebê é “cínica e dissimulada”.

Cenas de poucas horas antes da morte do bebê gêmeo, foi exibida com exclusividade, em que os meninos aparecem brincando, mais tarde, um estava estava sem vida.

A reportagem causou muita revolta. Agora,  as pessoas que acompanham o caso, esperam que seja apurado e o responsável pela morte do bebê, a polícia afirma ter sido a mãe, responda pelo crime cometido contra uma criança inocente.

Fonte: R7

Written by Silvia Cardoso Souza

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0