Orfanato procura doadores de cafuné, carinho e amor para crianças que esperam adoção

- Anúncio -

Muitas crianças não têm a sorte de nascer em um lar acolhedor e tranquilo e acabam indo morar em orfanatos, e para elas um pouco de carinho é algo raro.

A Spence-Chapin, uma agência norte-americana fez uma campanha que está emocionando o mundo todo:

“Procura-se doadores de afago a bebês ou pessoas que queiram dedicar um pouco de seu tempo às crianças que aguardam adoção ou que foram temporariamente distanciadas de seus pais.” diz o anúncio.

- Anúncio -

Essa agência realiza um trabalho sério em prol das crianças abandonadas que vivem em orfanatos e abrigos, e além de tentar encontrar adotantes, eles procuram suprir as necessidades emocionais diárias de quem espera por um carinho.

Por isso a campanha incentiva pessoas que mesmo não tendo a intenção de adotar, possam disponibilizar um tempo para conviver e dar atenção e amor a esses pequenos.

A ONG oferece um minicurso aos interessados antes de começarem as visitações.

Eles explicam que é uma espécie de “apadrinhamento afetivo”. Os voluntários são orientados a fotografar as crianças e ir criando um álbum de recordações para que elas possam ver quando crescerem.

Eles também podem participar da inserção de seus afilhados em novas famílias ou até mesmo retornando a família biológica, apoiando e facilitando o entrosamento, dando um suporte psicológico para a criança e conferido a elas uma sensação de segurança, já que alguém com quem elas já estarão habituadas vai acompanhar o processo de nova vida.

- Anúncio -

Eles podem levar as crianças para atividades normais, como cinema, praças e passeios, e até mesmo ajudar com médicos ou escola.

Essa campanha surgiu nos Estados Unidos, mas aqui no Brasil também é possível fazer apadrinhamento afetivo.

- Anúncio -

Aqui está uma lista desenvolvida pela ONG Padrinho Nota 10 de locais que permitem o apadrinhamento afetivo, caso você se interesse.

A Organização tem como objetivo de dar visibilidade a instituições sociais ligadas a crianças e adolescentes, e tornar possível o encontro de voluntários interessados em ajudar, com as crianças que necessitam dessa ajuda.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Noiva tem vestido roubado horas antes do casamento

Menino com deficiência faz foto criativa com Papai Noel e viraliza nas redes sociais