in ,

“Minha bebê partiu apenas 8 dias após o médico dizer que era só dor de ouvido”

- Anúncio -

A mãe fez um desabafo emocionado depois que nenhum dos médicos pelos quais passou conseguiu fazer o diagnóstico de câncer em sua bebê.

A família estava de mudança do estado da Virginia para o estado da Califórnia, ambos nos Estados Unidos. Jayshree Watkins a mãe, a sua bebê, Amelia Mae, de dez meses, o marido e o filho mais velho do casal, preparavam a partida, quando a menina começou a dar sinais de dores no ouvido.

A mãe procurou um médico, que constatou uma dor de ouvido comum, receitou um antibiótico e mandou a família para casa.

- Anúncio -

Mas a criança não apresentava melhora e cada vez parecia sentir mais dores, então a mãe retornou ao hospital.

“O médico então disse que a infecção havia se alastrado para o outro ouvido. Ele nos deu mais antibióticos e nos liberou”, contou Jayshree em relato ao portal Love What Matters.

“Nós seguimos então medicando nossa filha, tentando fazer ela comer, beber, enfim, cuidando dela. E ela começou a mostrar uma melhora”, contou a mãe.

A família então partiu com a mudança, mas durante o trajeto de carro, a criança começou a apresentar muita piora em seu estado de saúde.

Nesse trajeto eles procuraram dois hospitais diferentes e recebiam sempre o mesmo diagnóstico de dor de ouvido.

No terceiro hospital, já no Arizona, eles tiveram conhecimento de que o caso era mais sério. O médico pediu um Raio-X completo, e percebeu um aumento no fígado da criança.

Ele os encaminhou à um especialista que realizou uma bateria de exames e descobriu um câncer chamado neuroblastoma.

- Anúncio -

Esse tipo de câncer costuma aparecer em crianças de até 5 anos, e afeta as glândulas adrenais que ficam em cima dos rins.

“Eu senti como se alguém tivesse me dado um soco no estomago. O que o médico disse após o diagnóstico, eu não me lembro. Tudo que eu conseguia pensar era: ‘como eu perdi isso?’”, contou a mãe.

- Anúncio -

Amelia morreu oito dias após apresentar os primeiros sintomas, no dia 6 de junho de 2017. “Meu coração se partiu em milhares de pedaços”, disse a mãe.

A família resolveu publicar o caso afim de que a história da filha agora possa alertar sobre este tipo de câncer. Os principais sintomas são: febre, inchaço na região abdominal, perda de apetite, irritabilidade e fraqueza, diarreia, pressão arterial alta e batimento cardíaco acelerado.

“Eu não posso mudar o fato de que ela deixou nossa família. Mas, eu posso usar sua memória para ajudar outras pessoas”, concluiu a mãe.


Foto: Reprodução Arquivo Pessoal – A bebê Amelia com sua mãe

Foto: Reprodução Arquivo Pessoal – Entenda o caso desta bebê e veja o desabafo de sua mãe

Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

Brinque com seus filhos enquanto eles querem brincar com você

A ciência confirma: a irmã mais velha é a mais inteligente