Menino impressiona médicos e acorda sorrindo após dias em coma

- Anúncio -

Alguns casos surpreendem até os médicos mais experientes, eles não sabem explicar como pacientes que, antes as esperanças eram praticamente nulas, para depois de um diagnóstico desanimador, surpreenderem acordando ou respondendo ao tratamento.

Confira o desabafo da mãe deste menino que considera o que aconteceu um verdadeiro milagre.

O bebê de 14 semanas ficou durante cinco dias internando na UTI em coma. Ele sofreu uma parada cardíaca e ficou durante 9 minutos sem oxigênio. As chances de sobreviver nesses casos são baixíssimas.

- Anúncio -

Emma Labuschangne de Bristol na Inglaterra, mãe do bebê Michael, conta como foi esse milagre.

“Michael nasceu no dia 4 de dezembro de 2018, pesando 3,9 kg. Ele completou nossa família e nós fomos para o novo ano com nossa nova adição. O dia 15 de março foi como qualquer outro dia. Nós fomos dormir sem saber que nossas vidas mudariam para sempre…Na mamada do Michael das 5 da manhã ele parou de respirar. Ele tinha só 14 semanas de vida. A espera pela ambulância pareceu uma eternidade e seu pai desesperadamente tentou fazer os primeiros-socorros no seu corpinho. Michael havia sofrido uma parada cardíaca. Nós vimos os paramédicos usando o desfibrilador no seu corpinho sem vida. Felizmente, na terceira e última tentativa, o Michael respondeu e o ritmo de seu batimento cardíaco foi estabilizado.

Ele sobreviveu até o hospital e lá foi colocado em coma induzido. Nos disseram que mesmo se ele superasse, ele não seria o mesmo bebê. Após cinco dias, começaram a tirar os sedativos do Michael. Nosso bebê estava começando a acordar! E a primeira coisa que ele fez foi abrir seus lindos olhos castanhos e dar um sorriso para seu papai!

Tudo estava contra ele. Michael ficou sem oxigênio por nove minutos…Ele sobreviveu a uma parada cardíaca a qual apenas 7% dos pacientes sobrevivem…Ele superou as expetativas e acordou do coma sem sinais de danos cerebrais. Nosso milagre!

- Anúncio -

Mas mal sabíamos nós que nossa luta estava apenas começando. Michael foi diagnosticado com um fibroma cardíaco, com um tumor de enorme no seu coração. Isso é tão raro que pouquíssimos pacientes no mundo foram diagnosticados com isso. Ele teve um desfibrilador colocado dentro do seu estômago, mas não é confiável. Nenhum outro tratamento está disponível no Reino Unido.

Nosso futuro é de muitos medicamentos e orações para um transplante de coração. Cada dia é uma preocupação constante, o futuro é desconhecido.

O Hospital Infantil de Boston nos Estados Unidos é o primeiro no mundo que consegue realizar o procedimento para tirar o tumor. Mas esta cirurgia custa 116 mil libras (600 mil reais). Os cirurgiões cardíacos deste hospital são os melhores do mundo e ele já fizeram esta cirurgia várias vezes. Eles acreditam que podem melhorar muito meu filho e até mesmo curá-lo.

- Anúncio -

116 mil libras é a única coisa entre nós e nosso bebê tendo uma vida normal. Assim ele não iria entrar na fila do transplante de coração, não precisaria de inúmeros medicamentos com um efeito terrível no seu corpinho e sem ficarmos com medo constante de que seu coração pode parar novamente a qualquer momento. Por favor compartilhem nossa história”.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Thaeme revela se está grávida de novo seis meses após o parto

Menino recém-nascido fica com olho roxo após soco da própria mãe