Menino de 7 anos tem o braço cortado por lâmina de barbear após aceitar desafio de um colega

Menino de apenas 11 anos foi o agressor. Crianças precisam aprender a identificar os perigos desses desafios e você pode ajudar.

Os desafios que circulam nas redes sociais, podem ser divertidos, como o da comparação doa 10 anos, mas também pode colocar a vida em risco, principalmente os que envolvem crianças.

É da maior importância que os pais monitorem com quem as crianças se relacionam, site que acessam e até joguinhos na internet, para que eles não se submetam a situações perigosas, como a desses desafios violentos.

Par a manutenção da casa e melhor qualidade de vida, pais e mães estão trabalhando muito, por isso é perfeitamente compreensivo quando se ouve alguém dizer que não tempo para monitorar o computador, tablet ou smartphone da criança. Porém, em prol de um bem maior, é preciso fazer esse acompanhamento, pois as maldades acontecem d maneira surpreendente.

Gepostet von Kell Caxecha am Dienstag, 13. November 2018

Em Manaus, um menino de 7 anos, por inocência, aceitou o desafio de um menino de 11 anos, vizinho, para que ele cortasse o próprio braço, se ferindo com uma lâmina de um aparelho de barbear.

Esse não foi um desafio pela internet, aconteceu quando o garoto de 7 anos estava brincando com o gato do vizinho, o menino mais velho  acabou discutindo com o menor, então o desafiou a provar que era homem para aceitar a proposta.

A mãe da vítima estava sozinha em casa e não conseguiu entrar em contato com o pai. Mas o menino contou que brincava com um gato quando o vizinho o encontrou e começaram a conversar.  No meio da discussão, o menino de 11 anos desafiou o outro a mostrar que ‘era homem suficiente’.

“Meu esposo foi para o trabalho e esqueceu o celular em casa. Nenhum parente ou amigo me atendeu. Estava sozinha com meus três filhos. Estava sujo, então eu lavei o ferimento e parou de sangrar. Liguei para amigos do meu esposo que poderiam estar perto dele na fábrica. Assim que ele chegou, avisaram ele e ele veio mais que desesperado para casa” , contou a mãe como viu o filho em um desabafo na rede social.

O ferimento poderia ser grave, mas para tranquilidade da família, ele levou poucos pontos no hospital e foi liberado.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *