Menina de 2 anos vomita sangue, fica azul e morre no hospital: médicos alertam sobre perigos ocultos em casa

- Anúncio -

Um descuido, poucos minutos ou até mesmo segundos, podem custar a vida de uma criança, e muitas vezes por desinformação deixamos a casa cheia de perigos para os pequenos.

Em Oklahoma uma menina de apenas dois anos, morreu e seus pais contaram o que aconteceu com sua pequena na tentativa de alertar outros pais para os pequenos perigos que temos nas nossas casas.

Segundo os pais, ela era perfeita e totalmente saudável, e de repente começou a ficar mais quieta, e de uma hora para outra ficou azul, e começou a vomitar, chegando a vomitar sangue.

- Anúncio -

Os pais correram com a pequena para a emergência do hospital, sem ter a menor ideia do que poderia estar acontecendo.

Chegando lá, a criança foi submetida a uma bateria de exames para buscar as causas, e logo descobriram que ela havia engolido uma bateria de lítio, essas pequenas do tamanho de um botão que são encontradas em relógios ou brinquedos.

As substâncias expelidas pela bateria são tão tóxicas que podem queimar as paredes do estômago em apenas duas horas, e mesmo depois de retirada, seus resíduos podem causar problemas por até 28 dias.

No caso da criança, mesmo depois da retirada, a saúde da pequena já estava muito comprometida, pois seu pequeno organismo já havia absorvido uma quantidade significativa do produto, e ela teve uma hemorragia interna que levou a sua morte.

Os familiares contaram que o socorro foi muito rápido e eficiente, a partir do momento que eles perceberam que ela não estava bem, mas como ela já havia engolido a bateria a mais de duas horas, não conseguiram salvá-la.

- Anúncio -


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ex BBB é acusado de abandonar filhos gêmeos, e um dos bebês morreu

Autismo não é o fim do mundo, por Marcos Mion