Mamar no peito até 1 ano eleva QI, renda e escolaridade na vida adulta; entenda motivo

- Anúncio -

Os benefícios do aleitamento para a criança são ainda maiores do que os já conhecidos. Bebês que são amamentados por mais tempo,apresentam índices de QI elevados, esse seria mais um incentivo para as mamães considerarem a ideia de prolongar o tempo de aleitamento.

Um estudo foi realizado com bebês que receberam leite materno até completar o primeiro ano de vida. Foi observado que o rendimento es colar foram de satisfatórios a ótimos, considerando outras crianças das mesmas faixas etárias que pararam de mamar no peito mais cedo.

Segundo estudo supervisionado pelo epidemiologista Doutor Cesar Victora, quando adultos, tendo como base a idade de 30 anos na pesquisa,os que mamaram no peito até 12 meses, têm QI 30% superior a média. O mesmo acontece com a renda mensal, que também é acima da média, igual o nível de escolaridade, do mesmo modo sendo superior aos demais.

- Anúncio -

Tudo isso mostra que esse diferencial está relacionando ao tempo de aleitamento na primeira infância, quer dizer; quando se é bebê.

- Anúncio -

O estudo foi publicado na revista The Lancet GlobalHealth, com o artigo “Associação entre aleitamento e inteligência, alcance educacional e renda aos 30 anos de idade: um estudo prospectivo de grupo de nascimento no Brasil (conforme tradução livre).”

O epidemiologista Doutor Cesar Victora, explica;

 “Há vários mecanismos pelos quais o leite humano pode melhorar a inteligência. O mais conhecido é a ação dos ácidos graxos insaturados de cadeia longa, que são essenciais para o crescimento do cérebro. Cerca de 70 a 80% do cérebro se forma nos primeiros dois anos de vida”.

“O aleitamento materno reduz a mortalidade infantil por meio de três mecanismos. Primeiro, o leite humano contém uma quantidade enorme de substâncias com propriedades imunológicas e antimicrobianas que protegem o bebê contra infecções. Segundo, o leite materno é estéril e a administração de outros leites através de mamadeira está sujeita a contaminação do próprio leite e da água, e da mamadeira e do bico. Isso é particularmente perigoso em populações pobres em más condições de higiene. Terceiro, o leite materno promove o estado nutricional ideal da criança pequena, e crianças bem nutridas são mais resistentes a infecções”, completou o médico epidemiologista.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menina de 9 anos chama a polícia após pais mandarem ela arrumar o próprio quarto

Ana Hickmann dá presentaço e ganha pedregulho no amigo secreto da Record