in ,

Havan comemora venda de quase 10 mil bandeiras do Brasil

A polêmica sobre o uso da bandeira brasileira como sendo uma referência de material político, de acordo com a decisão da juíza eleitoral Ana Lúcia Todeschini Martinez do Rio Grande do Sul, que se referiu como expressão de “um lado da política”.

 

A havan levantou campanha de vendas e até agora está tendo sucesso no item, já que a resposta, por conta da repercussão do entendimento da ju´piza, foi o aumento das vendas, deixando o estoque das 172 lojas Havan perto de esgotar com a s vendas de quase 10 mil bandeiras do Brasil. O preço de venda é de R$ 19,99.

 

Luciano Hang, dono das lojas Havan, disse:”Já refizemos o pedido com urgência para restabelecermos nossos estoques e ainda um novo pedido de 100 mil unidades foi feito para os próximos meses.”

 

Na opinião de Luciano Hang, a bandeira do Brasil continuará sendo um item de muitas vendas em suas lojas, certo disse, o empresário fez pedido de 100 mil bandeiras para suprir as vendas que poderá ter nos próximos meses.

 

“Ficamos muito felizes com a repercussão. Queremos reacender esse espírito patriota. Nosso negócio não é ganhar dinheiro, mas sim colocar nas mãos dos brasileiros um símbolo que é de todos”, disse o dono da Havan. 

 

Como este ano de 2022 é ano de eleições, as vendas da bandeira do Brasil devem de fato aumentar, além da campanha de vendas.

 

Nas lojas Havan, as vendas da bandeira brasileira praticamente atingiu todo o estoque com as vendas de pouco menos de 10 mil bandeiras em um final de semana.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diferença entre Lula e Bolsonaro diminui nos quatro maiores Estados

Pai gera polêmica ao defender que filhos não devem ser prioridade da família