Gêmeos de 1 ano morrem afogados na piscina de casa no Mato Grosso do Sul. Especialistas dão dicas para evitar que tragédias como esta se repitam em outros lares

Essa tragédia serve de ALERTA para todos que têm piscina em casa – até mesmo uma piscina de plástico.

Ter piscina em casa é ótimo para relaxar, refrescar e reunir a família e os amigos para desfrutar de bons momentos em casa, mas para quem filhos pequenos, os cuidados para que eles não tenham acesso a piscina tem que fazer parte das prioridades da casa para evitar uma tragédia.

Foi muito triste e dolorosa a experiência que o advogado Clayton Moraes e a esposa, moradores da cidade de Três Lagoas (MS), contaram sobre o que aconteceu com os filhos gêmeos.

O casal passava um dia comum em casa, estavam regando as plantas do jardim, uma atividade prazerosa para quem gosta de plantas. Enquanto isso, os gêmeos com idade de 1 ano e dois meses conseguiram passar, sem que os pais vissem, pela grade de proteção e caíram na piscina. Ao terem se dado conta do acidente, os pais levaram os filhos imediatamente para o Hospital Auxiliadora, que recebeu as crianças desmaiadas cerda das 8h45 da manhã.

A equipe médica realizou o procedimento de reanimação por 35 minutos, mas os gêmeos não respondiam ao socorro, não resistiram ao afogamento e foram a óbito com parada cardiorrespiratória.

A informação dada pelo hospital foi a de que a mãe pediu socorro ligando para o corpo de bombeiros, eles instruíram como o casal deveria agir para reanimação, mas não conseguiram e levaram para o hospital.

Infelizmente, em todo o mundo crianças se acidentam caindo na piscina de casa, muitas delas não sobrevivem e morrem por afogamento. Para a família é uma dor difícil até de imaginar o quanto estão sofrendo, por isso é muito importante ter toda a atenção, além da instalação de grades, é preciso colocar telas entre a malha da grade, pois assim como esses bebês conseguiram ultrapassar a grade de proteção, outros pequenos e animais de estimação também conseguem.

Para alertar outros pais e evitar esse tipo de tragédia, um delegado fez a seguinte publicação na rede social:

“Uma dor inimaginável que só Deus para confortar essa família! (…) Deixo essa publicação não para criticarem esses pais, mas para que nós adultos possamos estar atentos com as crianças… filhos, sobrinhos, netos, vizinhos… e até mesmo desconhecidos na piscina de um clube! São anjos indefesos…”


ATENÇÃO MÃE, QUAL SUA OPINIÃO?

escreva seu comentário abaixo👇