Fábrica volta a produzir biscoitos amanteigados para atender menino autista em AL

Uma dona de casa do Estado do Alagoas, Adriana Paixão, ficou preocupada quando a fábrica de biscoitos Vitarella suspendeu uma antiga fabricação de linha de biscoitos amanteigados de chocolate. O motivo não é por ela, mas, sim pelo filho e 10 anos, Davi, que é autista e gosta muito desse biscoito.

Como mãe, ela conhece bem os hábitos do filho, o que prefere comer e o que não aceita como alimento, por esse motivo ela viu que seria um grande problema a Vitarella para com a produção dos biscoitos amanteigados de chocolate, pois esse é o único biscoito que o menino gosta. Davi não é de comer como as outras crianças, ele dispensa os doces e outros tipos de biscoitos para consumir apenas os biscoitos Treloso. Todos os dias, Davi come biscoitos amanteigados de chocolate duas vezes ao dia, à tarde e a noite.

A fábrica Vitarella decidiu fazer mudanças na receita do biscoito de chocolate ou parar com a linha de produção do Treloso. No caso de qualquer decisão, Adriana ficou preocupada, pois nem poderia pensar em substituir os biscoitos amanteigados de chocolate por outra marca, uma vez que ela havia tentando sem sucesso.

Um dia quando a mãe comprou os biscoitos para o filho, ela percebeu uma leve alteração no sabor, mesmo sendo muito simples, o menino identificou e se recusou a comer.

Adriana ficou tensa, mas procurou pelo setor de atendimento da fábrica Vitarella, foi então que conseguiu pelo Facebook falar com o Serviço de Atendimento ao Consumidor sobre seu drama. A mãe foiu surpreendida com a resposta após o envio da mensagem;

“Na escola, precisa ser outro. Mas, em casa, tem que ser biscoito Treloso amanteigado de chocolate e da embalagem transparente. Davi é totalmente visual. Não pode ser a embalagem unitária, precisa ser a embalagem que vem com três pacotes. Então, compramos o biscoito e a produção estava diferente. O biscoito estava com furinhos. Não seria defeito, era mudança na fabricação mesmo. Fomos em três supermercados e todos estavam assim. Resumindo: Davi estava sem lanche.”

“Achei o contato do biscoito Treloso através do Facebook. E mandei mensagem privada. Não esperava um retorno. Foi só uma tentativa. Contei a história e, no dia seguinte, uma pessoa entrou em contato comigo pelo Facebook. Pediu meu telefone e disse que me daria um retorno. Tudo se resolveu em quinze dias.” Contou Adriana.

“Pense numa mamãe feliz. Não foi nem o fato deles (a empresa) terem mandado pra mim uma caixa, foi a importância de mudarem a produção por causa dele (do Davi). Isso foi demais pra mim”.

“Lutamos diariamente para que sejam inseridos outros alimentos na dieta do Davi. Estamos aos poucos conseguindo. Mas, o lanche ainda precisa ser esse. Portanto, quando alguém se importa com uma dor que não é sua, esse alguém faz muita diferença na vida da gente”, conclui.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Written by Silvia M2ads

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Bebê de Ticiane Pinheiro surge com gêmeas de Fabiana Justus e encanta

Morre atriz mirim aos 13 anos de idade em caso cercado de mistério