Escola de Sorocaba proíbe alunos de entrarem com mochilas e divide opiniões entre os pais

- Anúncio -

A decisão de proibir o uso da mochila surgiu depois que um aluno foi flagrado com uma réplica de arma de fogo dentro da sua escola.

A Escola Estadual “Wilson Ramos Brandão”, localizada no Jardim Ouro Fino, em Sorocaba (SP), passa por um momento delicado que gerou enorme polêmica.

Os alunos forma proibidos de trazer os materiais escolares dentro de mochilas, fazendo com que eles precisem levar os materiais nas mãos, ou em bolsas transparentes.

- Anúncio -

Em março do ano passado, um cartaz já havia sido colocado nas paredes, proibindo o uso de bonés ou capuz, sob a alegação de ser uma medida de proteção para todos.

Isso aconteceu porque um aluno da escola, foi flagrado dentro da instituição portando uma réplica de arma de fogo. O caso foi denunciado a PM que recolheu a réplica.

Segundo a Secretaria de Educação, na época que ocorreu o fato, uma reunião da comunidade escolar foi feita e a medida foi aceita pela maioria dos pais e alunos, como forma de proteção.

Mas agora alguns reclamam da proibição.

O pedreiro Valdir Nascimento Silva leva o neto de 15 anos na escola todos os dias. Ele concorda com a medida de segurança e diz que não há tanto material nesta fase escolar. “Usa só um caderno com várias matérias. Então, não tem necessidade de eles trazerem mochila.”

- Anúncio -

Já o empreiteiro Júlio César Ferreira discorda. O filho dele tem 16 anos e precisa voltar para casa de ônibus. “A pessoa que quer vir armada vem com uma arma na cintura e o problema continua o mesmo”, opina.

De acordo com o dirigente regional de ensino, Marco Aurélio Bugni, esta não é uma determinação da Secretaria Estadual de Educação, nem da Diretoria Regional de Ensino, mas foi solicitada pelos próprios pais.

- Anúncio -

“Agora no mês de fevereiro nós teremos a primeira assembleia geral do ano e lá são eleitos os pais que compõem o conselho de escola. Esse conselho de escola que tem poderes deliberativos e pode eleger regras para a escola, como foi feito no ano passado. Eles podem mudar a regra, se for o caso”, explica.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Péricles mostra foto da filha recém-nascida e se declara: ‘Há uma semana, minha vida mudou’

Filha flagrada asfixiando a mãe no leito de hospital é indiciada por tentativa de homicídio