Escapuliu! Por engano, homem registra seu filho com a amante como se fosse da esposa

O homem fez uma confusão e acabou registrando o seu filho com a amante no nome da esposa

O caso incomum ocorreu em Santa Catarina, o homem que mantinha um relacionamento extra conjugal, engravidou a amante, e na hora que foi registrar o filho, com os documentos da esposa legítima.

O caso foi divulgado pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina onde estava sendo julgado, que declarou que o homem é semi analfabeto e por isso se deu a confusão quando foi separar os documentos para levar ao cartório.

A amante disse que chegou a perceber o erro depois que a certidão estava pronta, mas não quis criar caso e deixou como estava.

Mas a esposa ficou sabendo e não gostou nenhum pouco da situação, não bastasse a traição, ainda estava como responsável legal por um filho que era fruto do caso do marido.

A esposa então entrou na justiça para que fosse retificada a certidão do menino. O  caso chegou às mãos do Ministério Público do Estado de Santa Catarina, que levou aos tribunais, exigindo que fosse feito um exame de DNA para comprovar a maternidade.

Entretanto o elator do processo, desembargador Jairo Fernandes, disse que o exame seria desnecessário, uma vez que todos os envolvidos confirmavam a mesma história e o homem teve um filho com a esposa legítima apenas 6 meses antes de nascer o filho da amante, o que então faria com que fosse biologicamente impossível que ela fosse mãe duas vezes nesse espaço de tempo.

O registro da criança já foi corrigido e o nome da esposa foi substituído pelo da mãe biológica do jovem, que já é uma adulta.

Fonte: Claudia, G1

 

ChameleonsEye / Shutterstock.com

 


ATENÇÃO MÃE, QUAL SUA OPINIÃO?

escreva seu comentário abaixo👇