Atenção, cuidado. Estes 20 medicamentos fazem com que a pessoa perca a memória rapidamente

- Anúncio -

Muitos medicamentos que são aparentemente inofensivos podem na verdade esconder grande perigo.

A indústria farmacêutica vende por ano medicamentos consumidos capaz de causar mais de 100 mil mortes e esse número deve crescer muito mais.

Sem conhecimento e, buscando solução pratica, é comum a maioria das pessoas comprarem medicamentos que oferecem malefícios junto com o que seria uma simples solução para dor, comprado em qualquer drogaria ou para outros problemas de saúde.

- Anúncio -

As drogas lícitas podem ser mais nocivas do que possa parecer. Para ter uma ideia, mais de 1 milhão e meio de pessoas desenvolvem alguma reação causada pelos medicamentos, causando terríveis sequelas, dentre lãs, a perda da memória.

Leia a bula antes de usar o medicamento.

Quando for ao médico, converse sobre o medicamento que ele tiver prescrito, informe seu histórico, se tem alergias ou se há outras opções que menos agrida o organismo.

O médico sabe o que está fazendo, ele lida com a possibilidade do bem que o medicamento poderá fazer, mas sempre têm o outro lado, os efeitos colaterais que podem der altamente prejudiciais, inclusive causando a perca da memória rapidamente.

Veja os efeitos colaterais dessas indicações de medicamentos.

  1. Os medicamentos que são classificados como “anti”.

Esses podem afetar os neurotransmissores prejudicando a capacidade do aprendizado e a memorização, pois os níveis de acetilcolina são afetados.

- Anúncio -

Os sintomas são: confusão mental, perda de memória, delírio, demência, visão turva, e alucinações.

  1. Medicamento para dormir.

As drogas podem causar amnésia, sonambulismo, alucinações enquanto dorme. Como se a pessoa estivesse fora de si, agindo sem se lembrar no dia seguinte.

  1. Medicamentos Estatinas.

A indicação é para redução do colesterol, mas afeta o cérebro prejudicando o raciocínio rápido.

- Anúncio -

Conheça a relação dos 20 medicamentos que podem prejudicar a memória.

Medicamento atropina, glicopirrolato, e escopolamina mal de Parkinson.

Medicamento Dilantin fenitoína para epilepsia.

Analgésicos, morfina, heroína, codeína.

Pílulas para dormir: Lunesta, Sonata e Ambien.

Ativan, Dalmane, Xanax, Benzodiazepínicos Valium.

Insulina

Betabloqueadores (especificamente aqueles utilizados para o glaucoma)

Metildopa

Antipsicótico: Haldol, Mellaril

TCAs

Lítio

Barbitúricos: Amytal, Nembutal, Seconal, Fenobarbital

Medicamentos para o tratamento de quimioterapia

Quinidina

Naproxeno

Esteroides

Antibióticos

Anti-histamínicos

Interferon

Remédios de hipertensão.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

“Me senti um lixo”, diz obesa que ficou ‘entalada’ em catraca de ônibus

Família dorme em cama de 5 metros e gera debate na internet