A segunda gravidez é, sim, mais exaustiva do que a primeira (até a ciência confirma)

Durante a gestação, o organismo de cada mulher reage de um modo com as alterações de toda ordem, incluindo emocionais, que são as mais evidentes, e hormonais.

De um modo geral, os sintomas são muito parecidos em todas as mulheres grávidas, mas cada um tem diferentes gostos alimentares, ritmo de vida dentre outros hábitos que passam a fazer parte da observação do médico que estiver acompanhando o pré-natal.

Nas primeiras semanas, pode considerar do primeiro ao quarto mês, os sintomas são muito intensos, por esse motivo a mulher não demora a desconfiar que pode estar esperando bebê, mas ao longo da gravidez o organismo precisa se preparar para o parto, ao mesmo tempo em que exige mais da futura mamãe, pois ela fornece todos os elementos necessários para o desenvolvimento da vida que cresce na barriga.

O Conselho Americano de Obstetrícia e Ginecologia, após estudos sobre qual a gestação que mais desgasta a mulher, aponta que a segunda gravidez desgasta mais as mamães do que a primeira. Interessante que muitas pessoas pensavam o oposto, que pode seu a primeira vez do corpo experimentando um processo de gravidez, quando na verdade é a segunda. Ao menos conforme informou o Conselho Americano de Obstetrícia e Ginecologia.

Não se trata de uma regra, até pelo simples fato de que cada mulher sente de um jeito, por exemplo, algumas mães que cuidam muito bem da saúde, praticam atividade física e se aumentam bem, pode ter uma gravidez de risco, outras que não se dedicam tanto assim, podem ter uma gestação sem maiores problemas. Então essa observação considera a maioria das mães que participaram do estudo.

Os pesquisadores observaram que quando a grávida tem filho pequeno para cuidar, a segunda gravidez fica mais cansativa por conta do ritmo de vida. Essas mamães precisam dar conta dos pequenos, mas o corpo exige mais tempo para dormir e descansar.


ATENÇÃO MÃE, QUAL SUA OPINIÃO?

escreva seu comentário abaixo👇