8 ERROS QUE PODEM FAZER ELA ENGRAVIDAR (SEM QUERER)

- Anúncio -

A gravidez é um momento muito especial na vida dos casais, mas o ideal é que isso seja feito com planejamento, mas alguns casais comentem ‘erros’ na relação que podem levar a uma gestação que não é desejada em determinada fase 

Veja alguns hábitos que casais tem, que podem contribuir para que a mulher fique grávida:

Manter relação em pé

Algumas pessoas acreditam que ao manter a relação em pé, vai fazer com que o esperma escorra para baixo e isso evite a gravidez, mas segundo os médicos, qualquer posição praticada sem método contraceptivo, pode levar a gestação.

- Anúncio -

Esquecer de tomar a pílula

O esquecimento pode fazer com que o efeito seja diminuído e se o casal tiver relação sem preservativo nesse caso, também corre o risco de gravidez.

Usar duas camisinhas

Alguns homens acreditam que usar dois preservativos vai aumentar sua segurança, mas pelo contrário, essa atitude facilita que a camisinha se rasgue e o esperma vaze para dentro da mulher, aumentando as chances de engravidar.

Tomar ducha depois de fazer amor

Há quem acredite que fazer uma ducha depois do amor, vai ‘lavar’, os espermatozoide, mas segundo especialistas, isso pode fazer com que empurre eles ainda mais para dentro do canal vaginal.

- Anúncio -
- Anúncio -

Coito Interrompido

Muitos casais usam a pratica como um método contraceptivo, entretanto não é 100% seguro, pois durante toda a relação o homem já esta soltando pequenas quantidades de esperma, e isso pode ser suficiente para a gestação. E nem todos conseguem controlar exatamente o momento para ejacular fora.

Ter relação menstruada

Muitos casais se liberam e tem relação sem se cuidar durante a menstruação por acreditar que estão seguros, mas alguns motivos podem fazer com o ciclo da mulher esteja desregulado e isso pode levar a gestação.

Usar apenas um tipo de contraceptivo

Nenhum método é 100% confiável, todos eles podem apresentar alguma falha, mesmo que as estatísticas sejam baixas. Então o ideal é combinar pelo menos dois métodos, como usar pílula e camisinha por exemplo. E isso também ajuda a prevenir doenças sexualmente transmissíveis.

Tomar pílula do dia seguinte com frequência

Pílula do dia seguinte não é método contraceptivo, é um medicamento como um ‘último caso’, e não deve ser tomada mais de uma vez ao ano. O uso contínuo dessa medicação, além de causar danos à saúde da mulher, pode perder o efeito e levar à gestação indesejada.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nasceu Zoe, primeira filha de Sabrina Sato

Sandy e Lucas compram enxoval de bebê nos Estados Unidos e fãs perguntam: ‘está grávida?