THAEME DESABAFA SOBRE MEDO DE 1 COMPLICAÇÃO NA GRAVIDEZ: ‘ASSUSTADA’

A cantora também revelou o cuidado especial que passou a ter na gestação a partir de agora.

A felicidade de estar esperando um filho é contagiante, os preparativos para que tudo dê certo, quando chegar o grande dia de dar a luz. Por outro lado, muitas mamães se preocupam com problemas que possam surgir, tanto no período de gestação, como no parto. Esse é um dos motivos que fez a cantora Thaeme Mariôto falar sobre a preocupação da possibilidade de ter complicações no parto.

Thaeme tem medo de acontecer com ela, algo parecido que complicou o parto de uma amiga. Para dar tudo certo, a cantora está recebendo injeções de anticoagulante todos os dias. Tudo é feito com acompanhamento médico, pois Thaeme Mariôto sofre com trombofilia na gestação.

Quando a trombofilia não é devidamente tratada, a gestante pode ter problemas seriíssimos como trombose, pré-eclâmpsia, entre outras anomalias que possam surgir causando sérios danos ao organismo, podendo provocar parto prematuro e até causando a morte do bebê.

 “Queria falar com vocês a respeito dos anticoagulantes. Eu presenciei o caso de uma amiga minha que tem fator de trombofilia e ela teve uma questão, ela tomava de 40 miligramas, tem mais ou menos minha altura e meu peso. Ela tinha acabado de fazer o ultrassom morfológico e duas semanas depois ela fez um outro ultrassom antes das festas, ela fez um ultrassom com doppler e acabou que viu que o clexane de 40 miligramas que ela estava tomando não foi tão efetivo quanto ela esperava”, contou a cantora na última quinta na rede social.

 “Acabou formando alguns microtrombos pequenos na placenta do bebê dela e isso é um perigo. Eu fiquei mega assustada e conversei com meu médico sobre isso. Se você também tem fator de trombofilia é interessante sempre que for fazer ultrassom, fazer com doppler e contar que toma anticoagulante e pedir para analisarem a placenta. O que aconteceu com essa minha amiga, ela precisou ir para o de 60 miligramas”, completou.

“Vale o cuidado, meu médico já pedia com doppler e agora eu vou redobrar o cuidado na hora do ultrassom pedindo para o médico olhar direitinho. Porque como a gente já tá tomando o anticoagulante, a gente acaba que descuida, a gente pensa, não, tá tudo certo, já estou cuidando, mas pode ser que infelizmente comece esses microtrombos. Nessas situações a gente tem que aumentar sim a dose e meu médico inclusive falou algo que eu não sabia, que se aumentar muito o peso, também tem que aumentar a dose. E ele inclusive me deu uma puxada de orelha, falou para eu cuidar mais da minha alimentação por conta de diabetes gestacional, pressão e por conta disso”.


ATENÇÃO MÃE, QUAL SUA OPINIÃO?

escreva seu comentário abaixo👇