“Se a criança não é treinada a esperar, a criar, a negociar, a ceder e a se frustrar, você está aleijando a criança”

- Anúncio -

A afirmação foi feita por Leo Fraiman que é psicoterapeuta, supervisor clínico e diretor da clínica Leo Fraiman de Psicoterapia e Gestão de Carreiras, também é especialista em psicologia educacional e mestre em psicologia educacional e do desenvolvimento humano pela Universidade de São Paulo (USP).

É natural e até saudável o desejo dos pais de proteger os filhos e até mesmo facilitar a vida para eles, mas segundo estudiosos isso deve ser feito com cautela e evitar os exageros, pois os exageros fazem mal aos filhos e acabam ‘adoecendo’ todas as relações em família.

Aqueles pais que nunca deixam as crianças experimentarem algum tipo de frustração, por exemplo, alguns chegam ao ponto de se envolver nas brincadeiras infantis para que favoreçam as vontades de seu filho, ou os que não corrigem mesmo percebendo que a criança precisa de limites por medo de magoar, na verdade estão criando problemas futuros para aquele indivíduo, que vai crescer sem saber lidar com as vontades alheias às suas, e principalmente com frustrações que são inerentes à vida humana.

- Anúncio -

É preciso saber lidar desde pequeno com as adversidades, e saber que muitas vezes as coisas não serão como queremos, e está tudo bem.

Veja o que diz o estudioso:

- Anúncio -


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Filho que leva palmada pode ter até 13 problemas mentais e sociais, incluindo agressividade

Bebê de 1 ano é internado em coma alcoólico após pai dar cachaça com refrigerante