Professor pula corda com aluno cadeirante no colo, e vídeo viraliza

Um vídeo viralizou na internet e levou muitos internautas às lágrimas, pela emoção que sentiram ao ver a linda atitude de João Hoffmann, um professor de educação física da rede pública, que dá aulas na escola Sítio I, em Taubaté (SP).

João, dá aulas para várias crianças, entre elas está Heitor, 7 anos, que é cadeirante, e na última quinta-feira (31), durante uma atividade livre, as crianças pulavam corda, quando Heitor disse ao mestre que adoraria poder brincar da mesma forma.

O professor então não teve dúvidas de que daria um jeito de fazer com que Heitor pudesse participar, pegou a criança no colo, e pulou corda com ele.

A cena encantou a todos os alunos, e outros professores, e um deles filmou o vídeo que depois foi postado nas rede sociais.

“Tento sempre trabalhar de maneira que ele possa ser incluído, para a turma também não colocar limitações para ele. É uma criança com deficiência, mas queria que tivesse aquele momento. Foi um gesto simples, mas que eu sei que para ele fez diferença”, conta o educador.

Natália Nascimento Magalhães, mãe do menino Heitor, contou que a atitude do professor deu um novo sentido ao filho.

“A aula de educação física sempre foi uma aula que não era tão divertida, os professores acabavam deixando para lá porque ele é deficiente e não tinha como incluir. Agora está sendo muito diferente. Os dias preferidos dele são terça e quinta, quando acontecem as aulas de educação física. O trabalho que o João faz é incrível”, disse a mãe.

Ela também salientou uma dificuldade apontada por todas as mães de crianças especiais, sobre o quanto é difícil encontrar profissionais que estejam preparados, ou que tenham boa vontade para lidar com diferenças.

“A criança já passa por uma série de restrições e ter essa inclusão deixa tudo mais leve. Ele se diverte muito, quando tem futebol fica no gol, as próprias crianças passam a ter uma outra visão. Seria bem melhor se todo mundo pensasse assim”, explica a mãe.

O professor João explica que as atividades de inclusão não servem apenas para Heitor, mas sim para que todas as crianças da turma aprendam a importância de incluir as pessoas com deficiências no meio social.

Em outro vídeo que já havia sido postado nas redes, ele aparece brincando de pega-pega com a turma, com Heitor nas costas, fazendo com que ele também estivesse inserido na brincadeira do coletivo.

“Fiquei apaixonado pelo trabalho com as crianças pelo poder transformador que a educação tem. Me esforço para dar o melhor, porque eu sei que meu trabalho pode impactar a vida deles para sempre. Não há preço que pague ver o mundo de uma criança ficar maior.”, disse João.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Written by Ana Richa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Mãe sofre infarto tentando fazer filho entender lição de casa

‘Emagreci 20 quilos durante a gravidez e os médicos não entendiam por quê’