in

Mãe se desespera ao buscar seu bebê na creche e encontrá-lo cheio de hematomas

- Anúncio -

De acordo com o relato da mãe, a creche mentiu ao explicar os hematomas dizendo que a criança se machucou ao bater o rosto no pé de uma mesa.

Thaynara Alonso da Silva, de 28 anos, teve um grande susto ao chegar para buscar seu bebê de 9 meses, e encontrá-lo cheio de hematomas, na Creche Municipal Josefa Maria de Souza, na tarde de terça-feira (12), em São Vicente, na Baixada Santista, litoral de São Paulo. 

A mãe contou que então levou o filho ao Hospital de São Vicente, onde ele passou por exames e foi liberado.

- Anúncio -

Thayara registrou um boletim de ocorrência e, na quarta-feira (13), ela foi até o IML (Instituto Médico Legal) de Santos. Segundo a mãe o resultado deve ficar pronto em 30 dias.

“Não me ligaram. Esperaram eu ir buscá-lo para me avisar. Quando cheguei, as tias me chamaram em uma sala e disseram que ele estava engatinhando quando bateu o rosto. No Crei, a médica disse que isso não é pancada. Parece agressão porque ele tinha mordidas nos dois lados da face”, contou, indignada, ao G1.

Para a mãe, o sentimento é de tristeza. “Você deixar seu filho na creche e voltar para sua casa ou para seu trabalho achando que seu filho estará em boas mãos, mas quando vai buscá-lo se depara com essa situação. Eu chorei tanto, me doeu tanto e ainda dói”, lamenta.

- Anúncio -

Segundo matéria do G1, a creche se manifestou por meio da Seduc (Secretaria da Educação), dizendo que o bebê foi ferido por outra criança. Ainda segundo o município, no momento do ocorrido, três atendentes tomavam conta de 11 bebês.

A secretaria afirma que um processo administrativo foi aberto para apurar o caso.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

Movimento pela ‘monocelha’ cresce e faz sucesso nas redes sociais

Menino de 4 anos corta os pulsos e pode ser influência da Momo