“Mãe quer mudar sexo de filho de 6 anos. Pai discorda e pode perder a guarda da criança”

Justiça irá decidir se mãe pode continuar com o processo de castração química quando a criança atingir 8 anos, e se pai continuará tendo direito a ver o filho

Um caso ganhou atenção na internet, depois que um pai entrou na justiça, em Dallas no Texas (EUA), para tentar impedir que a mãe de seu filho siga com o processo de mudança de gênero, do filhos deles que têm 6 anos de idade.

James, usa roupas de menina desde os três anos de idade, pois sua mãe que é pediatra acredita que ele seja transgênero, e chegou a acusar o pai da criança, seu ex-marido, de abuso infantil, pois ele não aceita que essa mudança seja feita com a criança tão pequena.

Ela também luta na justiça para que o pai perca a guarda compartilhada, e já teve algumas vitórias na justiça, pois o homem foi impedido de falar sobre gênero com o menino quando está com ele, e só pode oferecer roupas unissex para a criança.

O menino recebeu um diagnóstico de disforia de gênero por especialista escolhido pela mãe, e a partir dai, ela quer iniciar um processo de castração química, quando James alcançar 8 anos de idade, tentando barrar os efeitos hormonais da testosterona, que é o hormônio masculino.

Ela também conseguiu matricular a criança na escola com nome de “Luna”, mas quando ele está com pai, atende por “James” seu nome de nascimento.

O pai alega que quando James está com ele, quer ser tratado como menino, e ser chamado de James, usando apenas roupas masculinas.

O homem também reunião familiares e amigos, como testemunhas, na tentativa de evitar que comece o processo de transição, que ele acredita ser muito precoce e pode estar equivocado.

 


ATENÇÃO MÃE, QUAL SUA OPINIÃO?

escreva seu comentário abaixo👇