Mãe compartilha vídeo comovente do filho de 9 anos para mostrar os resultados devastadores do bullying

- Anúncio -

Yarraka Bayles, é uma mãe australiana que postou um vídeo que viralizou no mundo todo.

Nas imagens o filho de 9 anos de Yarraka chora e diz que quer morrer.

 A mãe, então, diz: “acabei de buscar meu filho na escola, testemunhei um episódio de bullying, liguei para o diretor e quero que as pessoas saibam – pais, educadores, professores – esses são os efeitos que o bullying causa. Por favor, eduquem seus filhos, famílias e amigos”.

- Anúncio -

Quaden, chega a pedir uma corda para a mãe para se enforcar e diz que queria uma faca para esfaquear seu coração.

“Me dê uma corda, eu quero me matar. Só quero me esfaquear no coração … quero que alguém me mate”, enquanto sua mãe explica também chorando fala sobre as consequências do bullying dos colegas de aula.

Na publicação feita no facebook ela escreveu: 

- Anúncio -

“Como pessoa com nanismo, e mãe de uma criança com nanismo isso parte o meu coração em um milhão de pedaços. Isto definitivamente não está bem… Entristece-me que as pessoas com deficiência sejam olhadas e apontadas como diferentes, e temos que aprender a ajustar-nos a este mundo difícil, como se não fosse difícil como é… Escolas e pais precisam fazer o seu trabalho, educando sobre estes tópicos! Precisas de começar a fazer de todas as deficiência um tema de conversa, bem como as diversidade ocorridas”. 

Assista ao vídeo: 

This is the impacts of bullying! I seriously don’t know what else to do! ?

Posted by Yarraka Bayles on Tuesday, February 18, 2020

- Anúncio -

Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fátima Bernardes pode ser demitida da Globo, revela colunista

Diretora é morta com golpes de faca dentro de escola