in

Carta do bebê aos novos pais: “Ficarei assim por pouco tempo, embora pareça uma eternidade para vocês agora”

- Anúncio -

No Reino Unido, uma maternidade publicou uma carta aberta que comoveu pais e mães, e acabou viralizando nas redes sociais.

Os primeiros dias e meses de vida de um bebê são desafiadores e trazem muita ansiedade aos pais. São muitas as novidades e mudança na rotina da casa e da família, e muitas vezes os pais não se preparam e acabam sofrendo um pouco com as mudanças.

Pensando nisso, uma maternidade conceituada no Reino Unido, publicou uma ‘carta do bebê’, para os pais imprimirem e lerem toda a vez que as dificuldades estejam muito pesadas.

- Anúncio -

“Queridos papai e mamãe,

Por favor, guardem esta carta em um lugar onde vocês possam ler e reler quando as coisas estiverem difíceis e vocês estiverem se sentindo para baixo.

Por favor, não esperem muito de mim como um bebê recém-nascido, ou muito de si mesmos como pais. Deem-nos seis semanas como presente de aniversário, seis semanas para eu crescer, desenvolver, amadurecer e ficar mais estável e previsível – seis semanas para vocês descansarem e relaxarem.

Por favor, me alimentem quando eu estiver com fome, eu nunca conheci a fome no útero e os relógios e o tempo significa pouco para mim.

Por favor, me segurem, abracem, beijem, toquem, acariciem e cantarolem para mim. Eu sempre fui mantido perto do ventre e nunca estive sozinho antes.

Por favor, me perdoem se eu chorar muito. Eu não sou um tirano que foi enviado para tornar a vida de vocês miserável. A única maneira que eu posso dizer que não estou feliz é com o meu choro. Me suportem e, em pouco tempo, à medida que amadurecer, vou gastar menos tempo chorando e mais tempo socializando.

- Anúncio -

Por favor, dediquem um tempo para descobrir quem eu sou, como eu me diferencio de vocês e o quanto eu posso somar para vocês. Observem-me com cuidado e eu lhes direi coisas que me consolam e agradam.

- Anúncio -

Por favor, lembrem-se de que sou resiliente e posso suportar os muitos erros naturais que vocês cometerão comigo. Contanto que vocês os cometam com amor, eu não posso ser ferido.

Por favor, não fiquem desapontados quando eu não for o bebê perfeito que vocês esperavam, nem fiquem desapontados consigo mesmos quando não forem os pais perfeitos.
Por favor cuidem-se; comam uma dieta equilibrada, descansem e façam exercícios para que, quando estivermos juntos, vocês tenham paciência e energia para cuidar de mim. A cura para um bebê agitado é mais descanso para a mãe.

Por favor, cuidem da sua relação um com o outro. Quão bom é o vínculo familiar se não houver família para eu me relacionar?

Mantenham o grande cenário em mente. Ficarei assim por muito pouco tempo, embora pareça uma eternidade para vocês agora. Embora eu possa ter virado suas vidas de cabeça para baixo, lembrem-se que as coisas voltarão ao normal em pouco tempo.

Aproveitem – nunca mais vou ser tão pequeno assim!”


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

Morte de menina em pula-pula inflável lança alerta para mães e pais

Mãe de piloto que faleceu em acidente com Boechat morre três dias após o filho