in

Bebê passa por cesariana para retirada de gêmeo que se desenvolvia em seu ventre

“Se não tivesse sido diagnosticada a tempo, a menina poderia ter crescido durante anos com esse feto parasita dentro de seu abdômen”, diz o médico 

Uma mãe de Barranquilla na Colombia, descobriu algo muito raro em sua gestação quando estava no 7° mês de gravidez.

Ao realizar um ultrassom, o médico identificou dois cordões umbilicais, mas a mulher não estava esperando gêmeos.

A equipe médica então diagnosticou um caso raro, a bebê também ainda um feto, Itzamara, que carregava um feto no abdômen.

Miguel Parra, cirurgião, explicou em uma entrevista à rádio Caracol, que esse caso acontece uma vez a cada 500 mil nascimentos, e é chamado de ‘fetus in feto’, e caso não identificado com rapidez, coloca a gestação em risco.

“É um dos casos mais estranhos que vemos em medicina fetal. As células que iriam formar as gêmeas não se dividiram no momento adequado. Por isso, uma desenvolveu enquanto outra ficou dentro da irmãzinha”, explica o médico.

“Se não tivesse sido diagnosticada a tempo, a menina poderia ter crescido durante anos com esse feto parasita dentro de seu abdômen”, diz o médico.

Esse fenômeno raro, normalmente é descoberto depois do nascimento; o caso de Itzamara é uma das poucas vezes em que foi detectado ainda no período do pré-natal.

“É como ter um grande parasita. Esse parasita pode te enfraquecer e desnutrir, também pode prejudicar alguns de seus órgãos”, diz Parra.

Mónica foi submetida a uma cesárea antes da 40ª semana de gravidez, já que havia risco de Itzamara ficar cada vez mais fraca por causa da parasita.

Apenas 24 horas depois que Itzamara nasceu, ela foi submetida a uma cirurgia para retirada do feto.

“Agora ela é uma menina que se desenvolve muito bem, ela se recuperou muito bem de sua cesariana, que aconteceu 24 horas após seu nascimento”, disse Parra à rádio Caracol.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

What do you think?

Written by Ana Paula

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Thaís Fersoza posta linda foto grávida de 3 meses; veja

Governo quer que empresas peçam carteira de vacinação para contratar