Vítima de acidente com ônibus na BR-153 morreu abraçada a bebê, diz bombeiro

- Publicidade -

Ela salvou a criança!

Um grave acidente de ônibus foi registrado na BR-153 em Goiânia. Um bebê teve a vida salva por uma mulher que protegeu a criança com seu próprio corpo, sem esse gesto o bebê não teria resistido.

- Publicidade -

A mãe da criança, dotada de instinto maternal, evitou a morte do filho, que foi levada para o hospital apenas com ferimentos leves nas pernas.

- Publicidade -

Quando os bombeiros chegaram, se depararam com a cena triste, ao mesmo tempo comovente.

Foto: Reprodução

O soldado do Corpo de Bombeiros Beadnel Gomes Silva Filho, contou como encontrou a mãe e o bebê;

- Publicidade -
- Publicidade -

“Ela estava com a mão em cima da cabecinha dele. Ele estava quietinho. Na hora, ela deixou de apoiar em qualquer lugar para salvar o filho dela. Infelizmente, não deu para salvarmos a mãe, mas o bebê está bem”.

O ônibus saiu de São Mateus do Maranhão com destino a São Paulo. No coletivo estavam 49 passageiros, segundo informações do motorista reserva da empresa que acompanhava a viagem.

- Publicidade -

Conforme informações da Dict, o ônibus fazia viagem clandestina, embora autoridades procurem orientar a população quanto aos riscos, esse tipo de transporte ainda acontece.

Dos 49 passageiros, 25 foram conduzidos ao hospital, 10 foram liberados após atendimento médico e 2 não resistiram aos ferimentos indo a óbito.

- Publicidade -
- Publicidade -

A Secretaria Municipal de Assistência Social juntamente com a Defesa Civil estão acolhendo as pessoas que moram em outros estados no Ginásio Goiânia Arena.

O tenente Alan Barbosa informou; “A gente faz atendimento, leva ao hospital e depois faz uma reavaliação de cada vítima porque às vezes a pessoa diz que está tudo bem na hora. Temos uma ambulância do Corpo de Bombeiros aqui, de prontidão, para que, se acontecer evolução dentro de 24 horas, a pessoa possa ser levada ao hospital rapidamente”.

- Publicidade -

É necessário antes e fazer uma viagem, confirmar se o ônibus pertence a uma empresa autorizada a fazer esse tipo de transporte.

- Publicidade -