SUSHIMAN SURTA NO ITAIM EM SP COM FACAS E POLICIAL MATA COM TIRO NO PEITO

Sushiman leva tiro de policial e morre após ameaçar clientes.

Clientes e funcionários de um restaurante do Itaim Bibi, localizado na zona oeste de São Paulo presenciaram uma tragédia passando por minutos de pânico.

O sushiman Leandro Santana dos Santos, de 26 anos, foi morto a tiros por policial. Antes ele teria ameaçado clientes e oferecido resistência a uma abordagem da polícia, segundo supostas informações que ainda estão sendo apuradas na investigação.

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que o sushiman não resistiu  aos ferimentos, logo após ter dado entrada no Hospital das Clínicas.

Clientes do restaurante de comida japonesa, Jam, localizado na Rua Lopes Neto, disseram que estavam no local sem terem percebido nenhuma alteração, até que, por volta das 23:00 horas da última quarta-feira dia 23,  policiais entraram no restaurante.

A polícia informou que Leandro se encontrava dentro do restaurante fazendo ameaças aos presentes, ele segurava duas facas. Percebendo a presença da Polícia Militar, o sushiman teria se voltado contra os policiais os ameaçando.

Segundo informações da SSP – Segurança Pública, os policiais tiveram paciência e tentaram negociar para que tudo se resolvesse sem que ninguém pudesse ser ferido. Eles entenderam que o cozinheiro precisa ser acalmado, e entregar as facas, porém toda a tentativa de negociação não surtiu efeito.

Para acalmá-lo foi necessário o uso de armas não letais, porém o sushiman Leandro teria reagido e ainda lançou as facas em direção aos policiais. O policial conseguiu se desviar das facas, em seguida foram feitos disparos.

Até o momento do fechamento da matéria, informações sobre a quantidade dos disparos efetuados não foi informado.

O Instituto Médico Legal (IML) realizará os exames periciais que serão enviados ao Instituto de Criminalística, que também ira periciar as armas dos policiais.

A ocorrência foi registrada no 15º DP de Itaim Bibi como lesão corporal seguido morte em decorrência de intervenção e resistência policial na 14º DP de Pinheiros.

Imagem: Reprodução

ATENÇÃO MÃE, QUAL SUA OPINIÃO?

escreva seu comentário abaixo👇